Quadrinho ao Quadrado #43 – Juquinha – O Solitário Acidente da Matéria

Sejam bem-vindos ao episódio #43 do Quadrinho ao Quadrado, o seu podcast mensal sobre quadrinhos nacionais.QuaQua-43


Neste programa, Judeu Ateu Estranho fazem o quadragésimo segundo episódio de seu podcast clássico, o Quadrinho ao Quadrado, um programa cujo objetivo é analisar quadrinhos nacionais. Desta vez, uma análise sobre memes, metalinguagem e piadas internas : Juquinha – O Solitário Acidente da Matéria, de Max Andrade (também disponível no Twitter e no site do autor)

Próximo Quadrinho ao Quadrado: Ye, de Guilherme Petreca

Contato: contato@aoquadra.do

Feed | iTunes

Download (CLIQUE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE E ESCOLHA A OPÇÃO “SALVAR DESTINO COMO…” OU “SALVAR LINK COMO…”)

Quadrinhos que recomendamos na Amazon

3 comentários

  1. Nem acredito que esse podcast saiu sem eu precisar fazer nenhum lobby – e gostei muito de ouvir as opiniões de vocês, especialmente sobre as coisas que não entenderam. Inclusive, essa questão das referência mais específicas foi um dos atrativos pra mim, porque quando eu pegava a piada, parecia que eu tinha uma piada interna com o autor, como vocês sentiram com a piada do MangasProject.

    Um outro exemplo disso é exatamente a representação visual da menina da sala ao lado – que é a imagem do Ashtar Sheran, um anjo alienígena de algum religião estilo cientologia. E eu não faço ideia como eu sabia disso, mas no momento que eu bati o olho, me veio esse o nome do personagem na cabeça (que é um nome muito bom de falar em voz alta, aliás).

    E, esclarecendo a minha presença no quadrinho, não é apenas uma homenagem, mas um crédito – o Max pediu pra eu editar o vídeo do brio pra inserir o Juquinha e encaixar no formato do instagram. Ironicamente, como foi estabelecido no começo do podcast, eu posso ser considerado um co-autor do quadrinho.

  2. Eu li por causa do programa, e foi bem melhor do que esperava lendo solta, pois aparecia às vezes na timeline e não parecia ter tanto sentido,até certo momento pensei serem tiras autocontidas desse personagem, sinto que perderem referencias ao Pericles, Supla, ashta sheran deixou essa analise um pouco mais memorável

    eu vi 2 pontos interessantes quando o Juquinha vê o Supla como um oposto dele, não só como um elemento, mas como se o Supla fosse um ideal do que ele queria ser, de ser o rockstar durão que não se importa, já que mais adiante vemos que ele é mais o próprio autor em partes
    e no fim o Juquinha é um moleque que se faz de difícil, mas ele sofre mais do que parece, ele sofre como qualquer criança, sem saber ou dar bola pros problemas do mundo, o sofrimento mais puro que se pode ter, o daquelas pessoas que se não compreendem e nem o mundo querem compreender, por ser uma criança, no futuro ele amadurece

    tirando isso concordo que o final é um pouco longo, mas um carta as coisas como o gatinho e o quanto o autor vê um pouco esse mini retrato da personalidade dele

  3. Como citaram acho valido lembrar,

    Ao meu ver o pun pun quer meio que retardar esse crescimento, pois ele acha que a vida adulta vai ser um caos como é a sua volta

    Juquinha quer crescer pq ele acha que isso vai trazer uma casca grossa nele pra ele não sofrer com a opinião dos outros e ninguém tem essa casca grossa, e digo mais os problemas da mãe do Juquinha ler naruto são bem maiores que todos de punpun, afeta o personagem, a expressão a intensidade do momento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.