Mangá² #244 – Boys Love Moderno

Sejam bem-vindos ao episódio 244 do Mangá², o seu podcast de mangás mais orgulhoso de todos


Neste programa, Judeu Ateu, Estranho, Pachi e Cristieko (do Blamecast) se juntam pra falar de BL e Yaoi. Mais especificamente do gênero hoje em dia, como ele está? Fazemos um passeio geral pela situação dos mangás contemporâneos, para tentar entender mais sobre possíveis críticas e elogios.

Contato
Sugestões de pauta, sugestões de leitura, dúvidas, elogios, críticas, qualquer coisa! O email para contato é: contato@aoquadra.do

Feed | iTunes

Cronologia do episódio
(00:00:24) Boys Love Moderno
(00:54:00) Leitura de Emails
(01:07:00) Recomendação da Semana – Endou-kun no Kansatsu Nikki e Ameiro Paradox

Download (CLIQUE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE E ESCOLHA A OPÇÃO “SALVAR DESTINO COMO…” OU “SALVAR LINK COMO…”)

8 comentários

  1. O máximo que vejo de problema de um esteriótipo de características de passivo e de ativo, existem, mas não são escritos em pedra, e a inexistência do versátil. Não cair também no outro esteriótipo de gays e de bissexuais serem todos versáteis, o que não é, como eu mesmo e outras pessoas que não são na mesma forma. Os de violência sexual,geralmente, são mais feitiches para masturbação que história propriamente dita,até mesmo na forma que representa quase como numa cena de filme pornô, sem de fato representar a extensão da violência como Harada faz para contar uma história e suas implicações, uma Nelson Rodrigues japonesa. Problemático, de fato, de uma leitura minha, o exemplo entre o anime do Sekaiich Hatsokoi e a novel do caso Yoshino Chiaki. Na versão do anime, Yoshino teve um beijo roubado enquanto dormia,aí ok, tudo bem, mas quando fui ler a versão da novel,no qual foi um literal estupro, o comportamento do Yoshino não fazia sentido nenhum, a ideia do diretor em reduzir para um beijo foi acertado, faz mais sentido o comportamento consequente do Yoshino de dúvida,o que não faria diante de uma violência sexual. Aqui é uma quebra,uma vez que é contar uma história e não um feitiche, como eu deslocar um filme pornô no meio de um filme do oscar,o que não faz sentido se o objetivo não é ser dada, porque sendo uma história o sexo deve tratar com consequências, que pode ser em qualquer viés, como Harada bem entende.
    Até agora acompanhando Opera e Blue se focam em diferentes dinâmicas de relacionamento, mas fecho esticando os pés em outras paragens do paralelo com sociedade,fantástico ou crime, que me lembro de cabeça.
    O que faz lembrar duma cena de Beastars que o Panda médico dá uma playboy de coelhas para Legoshi pra ver se o que ele sente pela coelha é instinto de predação ou atração sexual, que daí nasce o sentimento de amor. O que faz pensar que uma representação objetiva da realidade é impossível, uma vez que é uma escrita subjetiva de uma pessoa, mesmo fazendo pesquisa, o que conta aí é qualidade estética de representar essa história em escrita e narrativa de quadrinho. Pessoalmente,na abordagem sobre sexo,o erótico e o pornô, considero bons os autores que passam a sensação de tato para o leitor, como Milo Manara.

  2. Meu primeiro contato com boys love tambem foi com quando saiu gravitation aqui no Brasil, acho que subestimamos a importância do lançamento desse mangá

  3. Quase cometi um crime de ter esquecido um dos grandes das bandas de cá história com putaria,na melhor acepção do sentido, Incase. O Judeu já leu umas histórias delas que são bons nos dois sentidos, no violão,Dj e apertar o botão, como história. E deixo aqui uma ideia de um Aoquadrado de Alfie de Incase.

  4. Olá jovens, eu queria dizer que sempre adorei podcast ainda mais esses estilos de mangá que não tenho costume de consumir (não leio romances no geral). Queria pedir ou talvez sugerir que vocês colocassem em algum lugar, até nos comentários se possível, as recomendações principais de mangás que vocês citam, às vezes é difícil entender pela pronúncia e jogar no google. Abraços e cotinuem o ótimo trabalho!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.