Mangá² #239 – Você, mangás e… Pirataria

Sejam bem-vindos ao episódio 239 do Mangá², o podcast semanal de mangás que não precisa ser pirateado


Neste programa, Judeu Ateu e Estranho comentam sobre a pirataria no mundos dos mangás. Afinal de contas, existe justificativa moral pra piratear mangás no Brasil? 

Para outros podcasts da série, clique aqui.

Contato
Sugestões de pauta, sugestões de leitura, dúvidas, elogios, críticas, qualquer coisa! O email para contato é: contato@aoquadra.do

Feed | iTunes

Cronologia do episódio
(00:20) Você, mangás e… Pirataria
(38:00) Leitura de Emails
(47:30) Recomendação da Semana – Crows

Download (CLIQUE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE E ESCOLHA A OPÇÃO “SALVAR DESTINO COMO…” OU “SALVAR LINK COMO…”)

10 comentários

  1. Meu podcast favorito voltou de um hiato s2

    Olha um ponto interessante levantado é que é tão comum piratear que é foda perceber, meio que 60% da coisas que li foram de forma pirata, 80% dos animes foi pirata e meio que é foda isso, sinto que é um deserviço mas é algo tão comum. Acho que é uma pratica bem comum por conta da relativa facilidade. Essa ultima polemica que teve por conta do Chunchyroll foi algo muito idiota porque a Crunchyroll tava no seu direito e qualquer critica a forma com que ela agil não faz sentido nenhum, os animes são na sua maioria postos de graça (tirando as propagandas obviamente que inclusive tem nesses sites piratas), mas mesmo assim eu não posso dizer que quem vê animes de forma pirata sendo que tem na Crunchyroll disponivel está errado porque eu tenho esse mesmo custume, é um problema muito comum que a essa altura é complicadíssimo evitar esse comportamento

  2. Deixando aqui um comentário sem relação com o assunto do episódio em si, tampouco requisitado: os 11 capítulos disponíveis de Planet With foram até o episódio 4 do anime, então deve demorar um tempinho ainda pra terminar; dou 1,5 ano/2 anos (mais ou menos 2 dezenas de capítulos) pra acabar, se seguir o ritmo que acho que vai seguir.

    Quanto ao final, sem spoilers: poderia ter acabado um pouco antes de onde acabou IMHO, nada que estrague o final tho. Tirando isso ele é suficientemente bom.

    P.S. Primeiro comentário.
    P.S.2. Não esperava que minha pergunta no CC do Estranho sobre Litch Hikari Club seria citada em algum episódio, legitimamente surpreso aqui.

  3. Pirataria eu defendo principalmente quando tem editoras como a Panini aqui no Brasil. One Piece o Mangá mais popular de todos, mais 450 milhões de copias vendidas e tipo os 50 primeiros volumes estão esgotados só encontrando do 60 pra frente, como eu posso esperar que alguém fique caçando usado, que na maioria das vezes está custando 5 ou até mesmo 20 vezes o preço de capa (em algumas lojas) ou importe com o dólar lá em cima (sem contar a barreira do idioma). Em termos práticos não existe um modo de começar a ler One Piece oficialmente no Brasil (Nem digital a panini não fez ainda)

  4. Um mal que a pirataria me faz é querer ficar procurando rips das versões digitais americanas(viz media, seven Seas,Vertical etc) ai eu fico tipo os mil grau que procura só jogar jogos em 4K. Eu baixei uns 20 gigas de Berserk com cada volume com 500MB, achei o volume 9 (do jojonium) de Stardus Crusaders de 900MB. Eu estou com uma neura tão grande nisso que vou comprar um tablet 2K só pra ler esses arquivos maravilhosos (que já fica bem legal no meu notebook).

  5. Bom, eu pirateio as coisas desde sempre por 2 motivos.

    1-Eu não tenho forma nenhuma de conseguir pagar e movimentar a indústria das artes que eu gosto por além de não ter idade pra trabalhar, se eu trabalhasse ia ser pra ajudar em casa.

    2-Meus pais são muito preconceituosos com a cultura japonesa, tanto que queimaram minha coleção inteira de mangá, que tinha quase uns 30 volumes. É foda, pq eu não tenho muito pra onde correr, mas eu também não sei de que forma compenso isso.

    Atualmente eu consumo bem mais anime pela Crunchyroll grátis com anúncio ou pela Netflix, que meus pais pagam. Mas mangá, além de eu consumir escondido, eu não tenho como não consumir se não for assim.

    • Nossa, queimaram tudo isso de volume?

      Exijo que faça um guilt trip neles e explique que as diferenças culturais nada justificaram isso, até porque isso tudo custou uma grana e bem… eram as suas coisas.

  6. Se não fosse pela pirataria eu jamais teria jogado vídeo game, pois minha família era pobre e nunca que iriam comprar jogos originais, hoje eu não pirateio jogos, todos os jogos que tenho atualmente são comprados sejam jogos indis ou triplo AAA, e nada disso estaria acontecendo se la na minha infância eu não tivesse tido contatos com jogos.

    sobre mangás, eu já fiz parte de um scan eu era editor e entrei nessa pois tinha varias obras que eu curtia que ninguém traduzia, mas depois de um tempo eu sai pois o pessoal queria traduzir one piece sendo que já tinha uns 10 scans traduzindo a obra, foi ai que eu vi que o trabalho de fã pra fã tinha morrido e o esquema era lucrar encima de pirataria.

    vejam PLANET WITH é um bom anime

  7. ————Slowpoke Report————-
    Recentemente eu terminei o mangá Kasane e Amei isso! Todos os personagens são pessoas horríveis ao mesmo tempo você cria uma empatia muito grande por eles e eu adorei toda a jornada de auto-aceitação da Kasane, a forma como ela evolui durante a série é tão fascinante e no final até poético (inclusive eu me senti pessoalmente destruído com o final do mangá).
    O mangá deve ser ainda melhor pra quem tem um conhecimento literário japonês, eu não peguei alguns simbolismos que o autor usou durante as partes teatrais.

    Queria ver a opinião de vocês sobre a série e até sobre o final que foi um pouco divisivo entre as pessoas.

  8. Pra mim no mundo ideal deveria ser que nem o Estranho falou no final, tem dinheiro então consuma de outra forma não consuma e isso se estende também para obras que não estão acessíveis oficialmente. Acho que direito a cultura realmente não justifica a pirataria, soa como desculpa para consumir qualquer coisa que queira.

    Idealmente deveríamos consumir a pirataria daquilo que não temos acesso e usar os meios oficiais sempre que possível, e bem, não estou chegando a lugar nenhum com essas divagações.

    __

    Em fim, fiquei sinceramente feliz de ver um clássico da casa e até que o Estranho demorou para recomendar Crows.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.