Re:En² #18 – Berserk Vol 08-11

Sejam bem-vindos ao décimo oitavo episódio do Re:En², o podcast mensal de mangás que está empolgado para o próximo episódio.


Neste programa, Judeu Ateu, Estranho, Luki, Boxa e Izzo (Dentro da Chaminé continuam com o projeto mensal de analisar 4 volumes de um mangá, desta vez com Berserk.

Contato
Sugestões de pauta, sugestões de leitura, dúvidas, elogios, críticas, qualquer coisa! O email para contato é: contato@aoquadra.do

Feed | iTunes

Download (CLIQUE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE E ESCOLHA A OPÇÃO “SALVAR DESTINO COMO…” OU “SALVAR LINK COMO…”)

Amazon

11 comentários

  1. nossa que mangá violento louco né a tortura tudo de horrível mas tem mulher estuprada aff desnecessario vou chilicar nao pode 😦 nem tinha estupro na idade media era um periodo de paz para as mulheres mundo lindo pq ele poem essas coisas aff só estupro como shock value nem teve a tortura do griffith por 90 paginas 10 minutos atrás pq só as mulheres sofrem nesse mangá mundo lindo pros homens guts nao foi estuprado gostou ele lixo não é retrato historico que podemos pensar é lixo machista prende miura pf vou dar volta na casa enquanto procuram esse verme mangá nao pode me incomodar tem que ser como eu quero causar sentimento ruim em mim faz dele ruim né nota 1

  2. Concordo com os nobres participantes,chega uma hora,la com o maluco com cara de cachorro, que fica até cômico ele tirar um tentáculo pra estuprar a Casca e subsequentemente tem um “alivio cômico” do Guts cortando o tentáculo e fazendo uma frase de efeito,junto da reação cartunesca do cara de cachorro.Parece até uma sketch de tão sem peso fica a cena.

  3. Muito bom esse formato do Re:En².Da tempo pra desenvolver em cima dos volumes e ao mesmo tempo é um motivador, pra quem ta ouvindo, pra ler Determinado mangá para acompanhar o podcast.
    Um coisa que vcs podem experimentar para o próximo Re:En² seria fazer sobre Steel Ball Run que é o reboot de Jojo,guardada as devidas proporções,se Phantom blood fosse Astro Boy Steel Ball Run seria o Pluto.Esta completo com 24 volumes e fecharia perfeitamente o formato de 4 vol/podcast.A escolha de SBR é boa também porque da um prospecto de quanto Jojo evolui,pq as primeiras partes são bem ruins de se ler.

    • Concordo, talvez só assim pra começarem a se aventurar em jojo. Até seria bom que já estou terminando o mangá.

  4. Essa frase define exatamente minha opinião quando li esse trecho do mangá: esses 4 volumes têm o que eu mais gosto e mais repugno em Berserk. Nessa conversa, eu facilmente seria o Luki hahahaha

    Toda a construção da despedida do Guts me agradou bastante, e culmina em um dos melhores momentos desse mangá. Suas consequências então são mais interessantes ainda, principalmente o choque no Griffith que faz ele jogar pela janela tudo que planejou e realizou ao longo da história, bastou um ato impulsivo. A total quebra de expectativa quando o Griffith DE FATO se fode muito e algo sai dos planos dele é ótima! Até porque, tava DEMAIS esse personagem, ele era o verdadeiro deus na Terra pqp, Godhand pra quê se esse cara já é tão insano? O Griffith é outra pessoa completamente diferente agora, sequer consegue segurar mais a espada, essa cena é fortíssima, inclusive. Méritos para a total mudança de rumo desse mangá, esperava exatamente o contrário do que aconteceu com o Griffith.

    Mas o que tem de ruim nessa parte, mds… A começar por aquela festa estranha com gente esquisita que o Guts se enfiou. O estilo de luta do cara indiano é minimamente bacaninha, até porque ele é o único diferente aqui. O time skip foi BIZARRO, ele só aconteceu e vamo que vamo, se o Miura não fala quanto tempo foi eu não faria ideia se ele foi longo ou não. Aliás, a cena do Guts e da Caska foi boa ATÉ ele decidir a forma como queria mostrar que o Guts ainda sente o trauma do estupro. Enforcar a Caska? Sério mesmo?

    E pra fechar com chave de merda, o cara de cachorro. Certamente a parte que eu mais repugno em Berserk inteiro, ela, além de ruim e desinteressante, é nojenta, repulsiva, agressiva ao leitor como ser humano.
    O que é menos interessante do que um grupo de caras aleatórios que não representam nenhuma ameça efetiva ao protagonista? DOIS GRUPOS DE CARAS ALEATÓRIOS! Genial, não? E esse cara ainda deveria ser instigante de alguma forma pelo fato dele ser um demônio como o Zodd, mas ele ABSOLUTAMENTE NÃO É, porque:
    1- Ele é repugnante, ele mata, dilacera, tortura, estupra e o personagem É ISSO, e apenas isso;
    2- Ele não passa a imponência e perigo que o Zodd passou, mesmo nesse cenário no qual o Griffith não pode lutar;
    3- Ele é usado pra umas tentativas muito bizarras de piada que eu sequer sabia como reagir.

    A cena do quase estupro da Caska é simplesmente NOJENTO. Não é possível que o Miura tava na casa dele e pensou “porra, e se eu fizesse um pênis monstruoso sair da boca desse Yeti escroto e quase estuprar a única personagem feminina desse mangá?”. Isso é HORRÍVEL, cara. O único, ÚNICO, recurso que esse autor tem pra passar sensação de perigo é fazer alguma mulher ser estuprada nesse mangá? Porque isso aconteceu mais de uma vez nesses 4 volumes e continua acontecendo até hoje em Berserk. É honestamente nauseante.

  5. E é nesse volume, onde tem a cena de sexo entre o casal principal, que fica evidente como não faz o mínimo de sentido aquela primeira página do primeiro volume do mangá. O Miura concebeu um personagem brucutu que transa e mata a rodo, mas que conforme ele foi desenvolvido acabou culminando em um homem traumatizado, cuja a 1a experiência sexual (consentida) já foi um tanto problemática. E mais coisas reforçarão a estupidez daquele começo.

    Olha, eu já cheguei a fechar o volume e ficar mal com o que estava sendo desenhado no volume, mas não foi nesse não, e sim em um da próxima leva de volumes. Ansioso aguardando o programa final!

  6. Sei que talvez seja pedir demais mas poderiam prolongar esse reenquadrado por pelo menos mais um episódio, passando entre os volumes 14 ao 16 onde ocorre o mini arco chamado lost children? Sei que o objetivo inicial era ir só até o final da era de ouro mas é que acho pertinente abordar essa fase bem controversa depois dos acontecimentos do bando do falcão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s