Re:En² #02 – One Piece Vol 05-08

Sejam bem-vindos ao segundo episódio do Re:En², o podcast mensal de mangás que é sobre mangás .


Neste programa, Judeu Ateu, EstranhoLeonardo Souza, Boxa e Luki continuam com o projeto mensal de analisar 4 volumes de um mangá, começando com One Piece.

Contato
Sugestões de pauta, sugestões de leitura, dúvidas, elogios, críticas, qualquer coisa! O email para contato é: contato@aoquadra.do

Feed | iTunes

Download (CLIQUE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE E ESCOLHA A OPÇÃO “SALVAR DESTINO COMO…” OU “SALVAR LINK COMO…”)

8 Respostas para “Re:En² #02 – One Piece Vol 05-08

  1. Eu acho meio injusto dizer que o Oda deveria ter posto a subida da cachoeira até o volume 5. Certo que ele, enquanto autor, poderia ter posto até no primeiro capitulo, mas creio que ter colocado antes de apresentar e consolidar os personagens principais tiraria todo o impacto, e, neste momento da historia, forçaria muito a suspensão de descrença.

  2. Mais quatro volumes de enrolação e coisas desessenciarias, ainda me incomoda esse negocio do barco ter surgido do nada, o arco do sanji gosto muito do personagem de suas motivações mas infelizmente tudo que tem nesse arco é jogado no lixo por causa do arco recente da familia do sanji, e temos o inicio do arco da nami que nada mais é do que uma repetição do arco do sanji

  3. Essa série saiu na hora certa pra mim! Bem na hora em que eu relia One Piece. Na primeira vez que eu li acabei parando, porque não lembrava mais o que aconteceu nos capítulos anteriores e não estava entendendo mais nada.

    Com essa episódio ficou claro pra mim que vocês realmente amam One Piece. Porque não tive, nem de longe, uma experiência tão boa quanto vocês.

    Esses volumes me pareceram muito “formulaicos”. O bando sempre se separava por qualquer razão. Uma das partes aprendia coisas sobre a ilha que estávamos enquanto a outra arrumava confusões. As lutas eram todas muito parecidas. O Luffy sempre tendo de ficar fora da ação por qualquer motivo (amarrado contra o Buggy, hipnotizado contra o Kuro, preso na água contra o Arlong), até poder enfrentar o vilão no final. E a luta final acabava sendo só mais uma troca de golpes até o vilão perder. No final de cada arco ainda tinha alguém chorando na praia, para se despedir deles.

    Além do fato de TODOS os mugiwara serem órfãos!

    Mas, apesar de tudo, ouvir as opiniões mais positiva de vocês me fez ver um pouco mais de qualidade na obra.

  4. Em relação ao jeito do Luffy ser, acredito que simboliza o desprendimento das amarras sociais do cotidiano, algo que pode criar um certo afeto para com o leitor que lê o manga e vê esse jeito do Luffy e pensa “eu queria ser esse cara, sem se importar com o que os outros pensam, com obrigações, fazer o que eu bem entender“ e isso pode se intensificar ainda mais em uma sociedade como a japonesa com toda essa pressão social por toda a parte; pode se ver isso em inumeras situações da história, o Luffy se opondo a qualquer um sem se importar quem é a pessoa, se ela é rica, se é pobre, importante ou não, se ele deve se portar e/ou vestir dessa maneira, até mesmo sendo um pirata, que se opõe ao governo, as leis, e até sendo um “pirata do bem“, se opondo ao pensamento que piratas são vilões, matam, roubam, ele faz o que bem entender e o que acha o que é certo. A mensagem que ele tenta passar é a “busca da liberdade“, o que é dito até em uma parte do mangá, em que essa busca levaria a alcançar o One Piece que está em um local onde só um pequeno grupo de pessoas conseguiu ir, demonstrando então que ao alcançar esse local, não haveria mais barreiras ou limites a serem alcançados, obtendo, então, a liberdade completa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s