Segunda Potência #17 – Horace and Pete


O que é?

Segunda Potência é um podcast spin-off, sem periodicidade fixa, da “franquia” ², feito pelo Judeu Ateu e o Estranho. Nele, são abordadas outras mídias que não os mangás. Filmes, séries, quadrinhos não japoneses e video games poderão ser abordados no futuro neste podcast.

Neste programa…

… neste episódio Judeu Ateu e Estranho, comentam a vanguardista web-série do Louis CK: Horace and Pete.

Feed

Download (Clique com o botão direito do mouse e escolha a opção “Salvar Destino Como…” ou “Salvar Link Como…”)

9 Respostas para “Segunda Potência #17 – Horace and Pete

  1. Assisti esta série quando depois da recomendação do Judeu. Achei que iria ser uma sitcom. Mas varias vezes me peguei destruído por ela. Logo no primeiro episódio quando aparece o Pete foi incrível. O último episódio foi muito perturbador (sei que devo vê-lo novamente, mas é muito difícil aguentar tudo que se passa lá). Espero que estejam certos e a série cresça com o tempo pois há grande possibilidade dela ser um clássico cult.

  2. É isso que Horace and Pete merecia, uma análise excepcional. Eu tinha ficado animado/preocupado ao pensar em como voces conseguiriam fazer o programa, mas voces o fizeram lindamente.

    • Alias, acho que faltou falar sobre a parte em que o Horace se questiona porque ele fantasiava com sua madastra, nao é nada muito complexo mas eu gostaria de ouvir o que voces teriam a dizer.
      E senti falta da musica tema no final do podcast, sempre que acabava um episódio da série e vinha um “Heeeeeell noooooo” dava uma sensação de completude, tipo um orgulho de ter visto aquilo.

  3. Foi muito bom ouvir uma discussão sobre Horace and Pete! Excelente conversa! Essa série é genial em muitos níveis e é uma prazer ouvir gente comentando com tanto entusiasmo! Eu queria contribuir para a conversa apontando que o papel do uncle Pete é um dos mais impressionantes e talvez pouco compreendidos. (SPOILER a seguir). Apesar de na superfície ele mostrar só a parte horrível e superficial da “persona” dele, eu acho que existe uma pessoa mais complexa por trás. Por exemplo, ele comenta que a mãe real do Pete morreu e ele não dá mais detalhes. Na última cena, quando ele está falando com Pete sobre como tratar uma mulher, ele parece mostrar um lado mais sutil e humano. E acho que por isso ele acaba fazendo o que fez logo em seguida. Acho que no fundo o uncle Pete sofreu muito com amor e nunca conseguiu superar. O Pete é o produto disso e ele nunca conseguiu aceitar nada disso. Por isso talvez tenha decidido dar o Pete para o Horace Sr. Enfim… Parabéns pelo episódio. É o primeiro que ouço do podcast. E fico feliz de ter conhecido o podcast através desse episódio. Me incentiva a ouvir mais no futuro. Grande abraço!

  4. Vi dois comentário no Reddit que achei bem legais sobre o final da serie. Fiz uma tradução deles com ajuda do tradutor do Google.
    *Spoiler sobre o final

    “Eu simplesmente amei o final. Horace sendo interpretado por Louis em duas gerações configura o assassinato perfeitamente. Gosto de imaginar que Pete não matou seu “irmão” Horace, mas sim o seu “pai”. Quando ele entrou no bar no final da serie, ele vê o homem que o abusou a sua vida, e ele finalmente se sente fortalecida para derrotá-lo.
    O que é bacana sobre este momento é que ela se liga com a forma como Tricia descreve Pete no hospital. Pete lembra alguém sendo aterrorizado, cercado por monstros. Tricia lembra-se dele como sendo um exemplo de coragem. Nessa cena final, Pete é confrontado com o monstro mais temido que ele pode imaginar, e ele está incorporando essa coragem quando o mata.”

    “Ótima interpretação do que Pete estava sentindo lá.
    Eu estive pensando sobre o que significa, tematicamente… No começo do episódio, ouvimos o ponto de vista de que estamos todos conectados, e que se parte de você está sofrendo, você tem que basicamente mostrar o amor a fim de curá-lo. Ódio, medo e violência só geram mais ódio, medo e violência. Eu concordo 100% com este sentimento, mas os momentos finais com Pete parecem repudiar esta filosofia. No mínimo, ele está dizendo que algumas questões não podem ser resolvidas com amor e compreensão, especialmente quando se trata de doentes mentais, cujos problemas são concretos e não se pode deixar escapar.
    Por outro lado – Eu me sinto como se a serie estivesse oferecendo um contraponto para seu próprio contraponto – ou seja, que se o tio Pete tivesse sido o pai para Pete que ele poderia ter sido, se Horace VII não tivesse sido abusivo em relação a Pete, se a mãe de Pete não o tivesse abandonado para o abuso, se sua mãe biológica tivesse por perto, quem sabe, talvez ele não teria ficado louco, e ele teria terminado mais ou menos ok. Pete tinha quatro pais, e todos o abandonaram a sua própria maneira. “That hippie shit is true.”

    O link do fórum: https://www.reddit.com/r/horaceandpete/comments/4gy3cs/im_still_sad_about_the_end_of_horace_and_pete/

    Ah, e parabéns pelos programas 🙂

  5. Fiquei pasmo com o episódio de vocês. E não é por vocês, entendam bem; Esse seriado Horace and Pete me deixou surpreso. Uma tragicomédia, mas trágica do que engraçada.
    Não curto muito este tipo de seriado, mas valeu a indicação.

    Grande abraço e até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s