Mangá² #173.5 – POCKET: Ideias de Programas

Bandeiras²: um sonho a ser alcançado.


Neste episódio de “Mangá²”, os hosts, Judeu Ateu Estranho, encontraram um inesperado vilão filler que não estava no mangá, devido ao ocorrido não teremos podcast esta semana, mas fiquem com este curto segmento… que provavelmente nunca deveria ter existido.

Feed | iTunes

Download (CLIQUE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE E ESCOLHA A OPÇÃO “SALVAR DESTINO COMO…” OU “SALVAR LINK COMO…”)

19 Respostas para “Mangá² #173.5 – POCKET: Ideias de Programas

  1. Pedir mangagafria da Rumiko Takahashi não é “sacanagem”, é um pedido honesto como qualquer outro, vocês não fazem porque não querem e talvez tenham um motivo para recusar. Qual seria esse motivo?

    Uma ideia que posso dar é produzir menos.
    Com podcast semanal deve faltar tempo para desenvolver essas ideias, se mudassem para quinzenal ou até mensal poderiam pelo menos desenvolver melhor os temas. Ou então, diminuir o ritmo temporariamente por um par de meses para testar algumas dessas ideias. Imagino que não se faz muita coisa que se tem vontade por sair do esquema habitual e pela dúvida se dará certo e agradará, se for só um experimento em um período de testes o que não funcionar pode ser descartado sem remorsos.

    Sobre vídeos, talvez com um colaborador. Em várias dessas ideias vocês poderiam atuar como “produtores” com os colaboradores fazendo o trabalho braçal de edição que vocês não podem fazer. Mas daí já seria uma grande expansão do Quadrado, que dificilmente alguém iria querer, vocês e o público. No entanto esses colaboradores poderiam ser os participantes convidados. Ao invés de serem convidados apenas para falar eles poderiam participar de outras formas complementares.

    Aproveitando, quem quer que seja o produtor musical do podcast sempre faz um bom trabalho. Eu ouvidos uma playlist do Quadrado.

      • Não é como se fosse uma história super complexa, que é preciso pensar muito para ter o que dizer sobre. Li Maison Ikkoku rapidinho por exemplo, e realmente, não vejo por quê ao menos não recomendar algo dela, não é qualquer uma no mundo dos mangás, teve sua importância.
        Mas também não é como se eu tivesse pedido a série, então deixa pra lá.

        • Ah sim, recomendar é outra coisa, mas nós não temos nada da Rumiko que realmente gostemos a esse ponto. A questão é do mangagrafia que eu comentei mesmo, Afinal, a gente lê tudo do autor pra fazer um mangagrafia, e ler tudo da Rumiko seria deveras complicado.

          A parte da recomendação é algo que não fizemos por falta de conhecimento também, mas nós também não temos recomendações dos outros, para nós, acerca das obras dela. Posso tentar dar uma olhada e ver se há uma obra dela digna de recomendação e que já não seja absurdamente reconhecida mundo afora.

          • Ouvindo o podcast milhões de anos depois, certamente, quem sugeriu uma “mangagrafia” da Takahashi fui eu! =P E eu comentei que sabia que não seria feito… No entanto, assim como os donos do podcast falam o sobre o que quiserem, no momento em que pediram sugestões dos ouvintes, estes também podem sugerir o que quiserem, certo? =P
            Ué, achei que querer não fosse poder… =P

            Eu quis sugerir isso porque eu amo as obras da Rumiko Takahashi. Tenho em português, em japonês, em inglês, em espanhol… Enfim… =P

            Sei lá por que estou comentando isso… O que importa, né? =P

  2. Sobre ideias para programas, eu gostaria de recomendar light novels. Muitas das adaptações pra animes, são ridículas. Por exemplo, no Anime do Campione, a Erika no primeiro episódio do nada esta praticamente querendo matar o Godou e o odiando. Do nada, nos próximos episódios, ela esta praticamente se jogando em cima dele. Quando li a Novel, tudo fez sentido.
    .
    Os caras literalmente cortaram 6 meses de história. Desprezaram praticamente todo o “arco da Itália”(tirando a apresentação de personagens e o primeiro “inimigo”), isto destruiu a construção de personagens, construção de trama e mais importante, a construção do relacionamento. A Erika deixa de desprezar o Godou e passa a admirá-lo e posteriormente ama-lo, por uma série de motivos e no Anime, tudo é jogado fora. Isto pra não falar quando eles pegam uma obra que já tem muito fan service tipo DxD e colocam 300 vezes mais fan service no anime. Outras histórias como o SAO, foram arruinadas no anime. SAO ta longe de ser minha novel favorita, mas a novel é mediana. O anime, eu dropei.

    Mas o grande problema de novels, é o tempo necessário para a tradução e o fato de muitas delas tomarem DMCA.

    • Sobre light novels, meu problema mesmo é que em sua maioria, elas tem muito fan service e objetificação

      • Discordo. Aliais, fan service existe também pro público feminino, tem até um trumblr “fan service thor”. Fan service vende, vende mais pro público masculino, porque homem naturalmente tem mais desejo sexual.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s