Mangá² #151 – Entrevista: Ichirou

Sejam bem-vindos ao episódio 151 do Mangá², seu podcast semanal sobre mangás que finalmente recebeu alguém bem-sucedido.


Neste programa, Judeu Ateu e Estranho realizam a primeira Entrevista da história do Mangá²! E neste primeiro programa falamos com o quadrinista brasileiro Ichirou, vencedor da premiação japonesa Silent Manga Audition DUAS VEZES!

Conheça um pouco mais sobre seu processo criativo, como foi vencer duas vezes, sua viagem ao Japão, planos pro futuro, enfim, tudo o que uma entrevista feita por leigos deve ter!

Para ler os dois one shots vencedores: Father’s Gift e Homesick Alien.

Contato
Sugestões de pauta, sugestões de leitura, dúvidas, elogios, críticas, Recomendação do Ouvinte em áudio, qualquer coisa! O email para contato é: contato@aoquadra.do

Links Comentados
Post do Leonardo sobre Homesick Alien
Mangá² #47 – Resenhas e Críticas e Mangá² #80 – Resenhas e Críticas (2)
Ta no Sekai
Capital Cult

Feed | iTunes

Cronologia do episódio
(00:00:20) Entrevista: Ichirou
(00:39:10) Leitura de Emails
(01:01:45) Recomendação da Semana – Blacksad

Download (CLIQUE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE E ESCOLHA A OPÇÃO “SALVAR DESTINO COMO…” OU “SALVAR LINK COMO…”)

16 Respostas para “Mangá² #151 – Entrevista: Ichirou

  1. Muito bom a participação do ichirou , pra primeira entrevista de vocês tão de parabéns, a interação com o convidado foi muito bacana, se possivel façam mais vezes
    E esse ano tambem vou participar do silent mangá, já comecei a fazer alguns esboços , talvez não de em nada , mas mesmo assim vou postar a historia apos o concurso pra quem tiver interesse

  2. Primeiro feliz aniversario Estranho, quase que caiu junto ao cast 150

    E muito obrigado por postarem os mangás pra pessoal(como eu) conhecer melhor o trabalho do Ichirou.

    Já tinha tinha dito em outros cast encontrei o casts de vcs procurando por mangás mais underground após anos sem ler algo japones

  3. Muito boa a entrevista, espero que surjam mais oportunidades para o formato.

    Só fiquei com uma dúvida tola, o Ichirou domina o japonês? O questionamento não é só de como se deu a interação dele na viagem com os demais mangakas (que suponho que deve ter tido um tradutor), mas como ele fará nos próximos projetos com a editora… se ele manterá a narração “muda”, se haverá um tradutor ou se ele já aprendeu o idioma.

    Abraço!

  4. Boa noite amigos, é muito bom saber que existem artistas brasileiros de tão alto nível assim, ótima entrevista.

    Obrigado por me responderem.

    Sobre o gosto da minha esposa(para facilitar as indicações):

    Livros e filmes que ela curte: Harry Potter, Piratas do Caribe, Percy Jackson, Jogos Vorazes, A Hospedeira.

    Ela adora livros, valoriza bom roteiros, tramas inteligentes(que não subestimem o leitor) e tramas bem desenvolvidas(ler muitos diálogos extensos não é problema).

    Quero meio que provar pra ela que existem mangás bons, não deixando nada a desejar quando comparados a algum livro.

    Me ajudem ai, grande abraço.

    • levando em conta esses gostos eu recomendaria fullmetal alchimist, tipo tem o lance do fantástico e da aventura com harry potter, perci jakson e piratas do caribi e tambem não é aquele negocio cheio de referencias da cultura japona que só o otaku vai entender, tambem tem mulheres fortes e acima de tudo tem um roteiro inteligente que não subestima o leitor

    • Cara dizer que ela gosta de coisa boa não facilita muito, quais os generos que ela mais gosta? Terror, Sci-fi, romance, fantasia?

  5. Não, não faz isso de traduzir os nomes por português não, alem de ficar feio (o que pode até ser questão de gosto pessoal mas) ainda vai acabar confundindo desnecessariamente as pessoas…

    Quanto a entrevista em si, gostei dela só que achei que vocês estavam fan boy demais, chegou uma hora que até eu estava me sentindo constrangido com o tanto que bajularam o cara.

    A parte mais interessante pra mim foi quando ele desmentiu a teoria dos dois, inclusive porque foi uma pergunta bem colocada. Legal que, se por um lado mostra o quanto a gente pode se confundir com respeito a intenção autoral e acabar vendo coisas que originalmente nem foram pensadas, justamente expõe o quanto as historias ganham vida própria uma vez que são colocadas pra fora. Mesmo que não tenha sido imaginado pelo autor ainda existem varias formas validas de interpretar o que ele quis contar.

    Do mais, meu parabéns ao Ichirou (o jeito descontraído dele deixou a entrevista bem mais dinâmica), acho o seu trabalho muito bom e realmente gostaria de ver uma serie longa dele. bye bye

  6. Bom podcast, ainda tô devendo a leitura das obras campeãs do Silent Awards. Só uma coisa, quais foram os livros de sci-fi recomendados no podcast? Não consegui ouvir pois o microfone tava um pouco abafado.

  7. Pingback: Intelectualizando a Peppa Pig | Coração de Ouro·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s