Mangá² #149 – One Piece: Dressrosa

Sejam bem-vindos ao episódio 149 do Mangá², o podcast semanal de mangás que durou mais de 100 capítulos.


Neste programa, Judeu Ateu, Estranho, Gustavo Boxa e Marcellus (Gamesfoda) falam do recém-terminado arco de One Piece, Dressrosa.

Nesta tentativa de retomar os papos sobre mangás em andamento, fazemos um Mangá Enquadrado da melhor forma de analisar os battle shonens, em grandes arcos. Assim, falamos de tudo o que aconteceu de relevante, bom ou ruim, nossas impressões, partes preferidas, partes odiadas, tudo o que rolou ao longo desses 100 capítulos do mangá. E, obviamente, este programa contém spoilers dos capítulos 700 a 800 de One Piece!

Pesquisa Demográfica do AoQuadrado!
Respondam aqui!

Contato
Sugestões de pauta, sugestões de leitura, dúvidas, elogios, críticas, qualquer coisa! O email para contato é: contato@aoquadra.do

Links Comentados
Ask.fm do AoQuadrado para o programa 150
Programa do Naoki Urasawa com Inio Asano e a legenda

Feed | iTunes

Cronologia do episódio
(00:00:15) One Piece: Dressrosa
(01:38:00) Leitura de Emails
(01:58:55) Recomendação da Semana – Suiiki

Download (CLIQUE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE E ESCOLHA A OPÇÃO “SALVAR DESTINO COMO…” OU “SALVAR LINK COMO…”)

15 Respostas para “Mangá² #149 – One Piece: Dressrosa

  1. Falto ódio nesse podcast,o judeuateu vivia jogando ódio no twitter e no shonen quest,e agora não falo quase nada de tão ruim assim,é bom ver que o judeu tava exagerando um pouco e repensou algumas coisas ao longo do podcast,mas acho que todo ódio que esse arco gerou na internet deveria ter seu espaço.Não sei se isso fez sentido,mas foi um bom podcast.

  2. Altas nostalgias do Mangás Underground de 2 anos atrás com o Estranho com sua torcida para a vitória e reaproveitamento do Elizabello, este grande personagem.

  3. achei muito enrrolado esse arco de one peac dava pro oda ter dado uma resumida ai, e por que diabos trazer o belami de volta
    e deixo a recomendação de uma hq nacional PÉTALAS de Gustavo Borges e Cris Peter

  4. Oda não sabe usar o Ussop, em east blue, alabasta, water 7 e no pos timeskip o Ussop começa sendo um covarde e tirando coragem pra vencer, mas no arco seguinte ele volta a ser o covarde de sempre e quando o Oda quer destaca-lo repete o mesmo arco de personagem.

  5. Ótima ideia de comentar um arco especifico e ótimo cast também.

    Dressrosa foi um arco complicado de acompanhar semanalmente. Às vezes esquecia subtramas, às vezes personagens, foi uma bagunça. O problema é que eu não sei até que ponto é culpa do Oda ou culpa minha. Só relendo pra saber.

    O lance do Usopp foi uma coisa que eu gostei muito. A covardia vai estar sempre presente nele e toda vez ele tem que lutar pra vencê-la, uma luta constante, não importa o quanto ele melhore suas habilidades físicas. E isso é muito humano.

    Agora uma dúvida. O fornecimento de armas parou com a queda do Doflamingo. Isso não seria um motivo pra geral não ir a guerra, tipo “não vamos ter mais armas entao vamos ficar aqui de boa, sem começar nenhuma treta”? Com exceção do Kaidou essa deveria ser a postura da maioria, principalmente de quem não é tão importante quanto os yonkou. Não consigo entender como dar armas pra todo mundo seria segurar as coleiras das bestas como o Doflamingo falou.

    • Isso seria so se o doflamingo fosse o unico fornecedor de armas do mundo de one piece, agora que ele caiu outros traficantes menores irão ocupar seu espaço deixado

  6. Esse arco pela quantidade de capítulos foi muito enrolado pra pouco conteúdo, pelo oq eu percebi o Oda tentou meio que replicar oq aconteceu em water 7, que foi construir o mundo e a historia(da ilha) apresentar, desenvolver personagem e concluir alguns ainda até a metade quando se descobre a traição do pessoal da CP9 e e usar a outra metade para a correria e as lutas em Enies Lobby, so q o Oda esqueceu q na saga de W7+Enies Lobby ele dividiu em duas locação diferente e limou quem n importava e deixou na cidade para se focar nas lutas de quem importava, já em dressrosa a partir da segunda metade que foi no cap 745 que o Doflamingo cria a gaiola, o Oda mudou a geografia do lugar para ter a perseguição do boss final dentro da cidade, focando ao mesmo tempo nas lutas e nos coadjuvante, desenvolvendo personagem que não requeriam a menor atenção, transformando as lutas de quem importava em apenas flash diluídos em muitos capítulos.
    Esse arco caberia facilmente em apenas 50 cap como ele sempre fez, não sei se foi pressão dos editores ou ele perdeu a mão mesmo mas eu acho q esse arco eh um sinal q o Oda n vai saber acabar essa historia terrivelmente grande q ele criou, tem muita politicagem para resolver e parece que ele n sabe trabalhar isso direito.

  7. Demorei uns 3 dias pra ouvir o podcast inteiro, meu tempo está limitado (ô vida), sempre ouço quando posso, mas não da tempo de comentar.

    Esse vou comentar primeiro pra dizer que esse formato de fazer um podcast por arco é muito legal, vale a pena focar em outras obras também.

    Quanto ao arco, como todos não há de se negar que ele se estendeu demais, o Oda enfiou muita coisa desnecessária (tipo CP0, horrível), eu realmente não gostei do Coliseu e daquele monte de personagens, mas com a conclusão do arco ficou até compreensível, como disseram também não sei dizer se o Oda tinha pensado nisso.

    Enfim, ótimo programa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s