Segunda Potência #09 – Daytripper


O que é?

Segunda Potência é um podcast spin-off, sem periodicidade fixa, da “franquia” ², feito pelo Judeu Ateu e o Estranho. Nele, são abordadas outras mídias que não os mangás. Filmes, séries, quadrinhos não japoneses e video games são abordados neste podcast.

E neste nono programa, falamos sobre um quadrinho americano com autores nacionais!

Neste programa…

… discutimos sobre a obra Daytripper, dos gêmeos Fábio Moon e Gabriel Bá. O que pensamos sobre a obra, sua história, seus personagens, sua arte, enfim, impressões gerais sobre o quadrinho. E o programa inicialmente não contém spoilers! Quando começarmos a falar com spoilers, você que não leu ainda será avisado!

Feed | iTunes

Download (Clique com o botão direito do mouse e escolha a opção “Salvar Destino Como…” ou “Salvar Link Como…”)

12 Respostas para “Segunda Potência #09 – Daytripper

  1. A frase do Estranho “10 decisões mudam sua vida…” é do Julian Casablancas, vocal dos Strokes.

  2. Cara, muito legal ver esta obra aqui. Acho que poderia ser feito até uma “mangagrafia” destes gêmeos. Eles tem obras muito boas e bem diferentes do que se publica por ai.

  3. Li essa HQ faz alguns anos, mas boa parte da história ficou gravada na minha memória, com certeza é uma narrativa excelente que desperta reflexões no leitor.
    Eu vejo as mortes meio como o Estranho, todas as possibilidades são possíveis para aquele personagem. Mas… eu vejo um pouco a mensagem “autoajuda” de viva a vida pois nunca se sabe quando e como o fim virá.
    Por fim, deixo a recomendação de um filme que nem acho tão bom assim (apesar de ter uma certa fanbase), mas cuja narrativa tem muito a ver com Daytripper: Mr. Nobody, filme protagonizado pelo Jared Leto. Basicamente é um velho relembrando momentos importantes de sua vida, porém ele conta diversas versões dela, sendo cada uma consequência de uma escolha que ele fez.
    Abraços!

  4. li essa hq por recomendação do kitsune aqui mesmo,e me surprendi muito o que eu entendi foi que a mensagem é de que a morte é algo totalmente casual e titanlavenita mas ao mesmo tempo não devemos nos preocupar com ela e simplesmente viver a vida da melhor maneira que jugarmos

  5. Pelo que eu entendi, a obra Daytripper em si, é o livro que o próprio Brás quer escrever durante a historia, como ele escreve obituários tem mais costume em escrever sobre a morte do que sobre a vida, e como citam é mais fácil escrever sobre a morte do que sobre a vida, logo ele escreve sobre as “mortes”(nesse caso, acontecimentos que moldaram o seu ser) que aconteceram durante a sua vida(no caso ele termina o livro já velho, depois de todos os acontecimentos). Não sei se viajei muito mais desde a primeira vez que li, essa foi a ideia que me passou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s