Mangá² #108 – Slam Dunk – A Partida Final

Sejam bem-vindos ao episódio 108 do Mangá², o podcast semanal de mangás que vai terminar antes de ficar ruim.


Neste programa, Judeu Ateu e Estranho fazem um mangá enquadrado especial e analisam por completa a partida final de Slam Dunk.

Obviamente um programa repleto de SPOILERS, mas aqueles que estão prontos para se aprofundar na obra, podem raspar o cabelo, ficar a 45º da cesta e esperar esse passe de podcast! 

Contato
Sugestões de pauta, sugestões de leitura, dúvidas, elogios, críticas, Recomendação do Ouvinte em áudio, qualquer coisa! O email para contato é: contato@aoquadra.do

Feed | iTunes

Links Comentados
Leitura nos tempos da Internet e senso de urgência

Cronologia do episódio
(00:20) Papo de Colecionador
(52:00) Leitura de Emails
(01:09:00) Recomendação da Semana – Real

Download (CLIQUE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE E ESCOLHA A OPÇÃO “SALVAR DESTINO COMO…” OU “SALVAR LINK COMO…”)

15 Respostas para “Mangá² #108 – Slam Dunk – A Partida Final

  1. infelizmente ainda não li slam dunk então vou ter que pular esse,mas quando o manga for relançado faço questão de complar

  2. Ótimo podcast! Para mim um dos melhores até agora, sem desmerecer os demais.
    O tema escolhido é o arco que mais gosto de um dos meus mangás prediletos. Fiz uma maratona de Slam Dunk no meio do ano passado, e esse arco pareceu tão frenético que chegou a me dar uma sensação de falta de ar, sei lá. O autor é muito competente em fazer expressões e sentimentos, quase dá para sentir o mesmo que os personagens.
    E para completar, a recomendação é outra pérola: Real. Esse eu já li no começo do ano, e tenho que confessar que às vezes senti vontade de chorar. Um resumo dessa obra é: mixed feelings. Você sente raiva do Takahashi, mas ao mesmo tempo compaixão. Sente alegria, tristeza (muita), se identifica com a luta dos personagens. Enfim, o Inoue sabe trabalhar muito bem esse lance dos altos e baixos da vida das pessoas.

  3. Sou muito fã de Slam Dunk e coleciono, mas infelizmente como foi lançado aqui há muito tempo nunca terminei de ler, então nem vou poder ouvir esse episódio (me recuso a levar spoiler de slam dunk!). Tenho fé na republicação, porque só assim eu vou conseguir completar minha coleção. XD

  4. podcast mais dificil de ouvir ever! minha internet de merda não deixava fazer o download no site e nem ouvir em streaming, fui pro feed, resolvi usar o tablete deixar para a viagem do final de semana, não aguentei e resolvi ouvir logo, o app trava, apaga tudo e tenho q reinstalar… por fim, fui pro feed do celular baixar ;.;

    enfim, conheci pelo meio digital e nunca vi ao vivo um volume já que vivo bem no interior, tanto que resolvi ler Slam dunk (e acho que foi o 1º mangá de esporte que li inteiro), não achei tudo traduzido em portugues (e na preguiça de ler um monte de cap em ingles) fui atrás do anime e encontrei os ultimos volumes traduzidos em portugues, à partir de onde termina o anime. Mas se for relançado, definitivamente eu quero comprar!

    Como eu estava lendo sem ter um contato fisico, quando cheguei no final, na folha da revista comecei: Não! como assim? Não!!! Não pode terminar assim!! Como você faz isso!? – foram uns minutos de negação

    Enfim terminei maravilhada com a história e ouvindo o cast quero reler esse ultimo jogo!!!

  5. Sempre ouvi falar de Slam Dunk, mas nunca dei muita bola. Até que a cerca de um ano comecei a me interessar muito pela NBA, até se tornar o vicio que é hoje. Ao mesmo tempo sempre ouvindo o mangá² e o Judeu a falar e indicar o mangá, até que a uns 3 meses atrás acabei lendo.

    Uma mania que tinha ao ler era ir na internet e pesquisar em que jogador da vida real tal personagem era inspirado. Quando vi que o Gori-Ball era o Shaquille O’neal, meu carisma por ele aumentou, por causa do jogador, ficando com aquela impressão de Ok o Akagi é foda, baseado em um player foda, mas pó o cara é o shaq.

    Também passei por essa sensação de pera ai, está acabando e esse jogo não acaba, como assim? O final é realmente ótimo, pois acaba no ápice da obra, melhor que enrolar e acabar ruim. E talvez se tivesse acabado no futuro, com eles campeões e tudo mais a gente não teria essa curiosidade até hoje de imaginar o futuro de cada personagem.

    E acho valido a derrota, pois realmente os mangás sempre focam na superação que leva a vitória e até leva, como foi o caso da partida, mas que em esportes existem muitas variáveis e nem sempre o melhor ou o mais esforçado vence.

    Ainda eles perdendo amplia ainda mais para todos a importância do Sakuragi. E se pararmos para analisar, um time desgastado, sem um dos principais jogadores mesmo que novato, sem reservas de qualidade e provavelmente sem o Mitsui, ou com ele em um estado físico deplorável para próxima partida, não iria muito longe.

  6. Eae gnte,sou novo aqui no site e gostei muito dos post,mas sobre os podcasts,mesmo o material sendo bom,acho que somente duas pessoas é muito pouco,acho que o minimo para ficar legal é 4 pessoas.Obrigado e parabéns sobre o bom trabalho.

    • Olá, seja bem vindo!
      Bom, entendo seu ponto, mas acabou sendo nosso formato desde o princípio. Vira e mexe temos convidados, mas acabou que esse formato se estabeleceu. Mas ó, ouça sem preconceito, mesmo sendo só duas pessoas acho que o conteúdo falado é mais importante.

  7. Programa bem legal… dava pra perceber a empolgação crescente de vocês conforme iam avançando pela trama da partida hehe.
    Faz quase 2 anos que li Slam Dunk, por isso não me recordo bem dos pormenores que vocês citaram, mas recordo de que nunca me senti tão ansioso e empolgado enquanto lia os capítulos finais.

    House of Cards é bacana, especialmente pelo Kevin Spacey, mas me incomoda como eles abandonam certos núcleos e personagens da série sem mais nem menos.

  8. Vocês não acham que o final indicar a possível volta do Sakuragi ao basquete tira um pouco do peso da decisão e do ”sacrifício” dele na partida final? Eu acho que o melhor final seria sem esse capítulo extra e o destino de cada personagem ser deixado a cargo do leitor imaginar. Ou se fosse mostrar alguma coisa, mostrasse o Sakuragi seguindo a vida normalmente e focando seus esforços em outra coisa que não seja o basquete. Até porque, o mangá sempre deixa claro que apesar de ele ser um jogador muito importante para aquela equipe, como jogador ele nunca foi grande coisa.

    • Pelo contrário, acho que o mangá não dá nenhum indício que ele vai conseguir voltar! Deixa apenas evidente que o tratamento ia demorar bastante pra ter efeito, jamais saberemos se é o suficiente pra voltar a jogar!

  9. Pingback: Mangá² #125 – Mangagrafia: Takehiko Inoue | AoQuadrado²·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s