Mangá² #97 – Puella Magi Madoka Magica

Sejam bem-vindos ao episódio sotc do Mangá², o seu podcast semanal de mangás que nem sempre fala de mangás.


Neste programa, Judeu Ateu e Estranho recebem Izzo e Rubio para darem prosseguimento a maratona, com mais um Mangá Anime Enquadrado!

Desta vez, nos viramos para um clássico moderno dos animes, Puella Magi Madoka Magica. Acompanhemos enquanto falamos sobre os principais aspectos da obra sem citar “desconstrução” uma única vez! E lembre-se que os programas da série “Enquadrado” são COM SPOILERS, então só ouça se já tiver assistido a série.

Contato
Sugestões de pauta, sugestões de leitura, dúvidas, elogios, críticas, Recomendação do Ouvinte em áudio, qualquer coisa! O email para contato é: contato@aoquadra.do

Feed | iTunes

Cronologia do episódio
(00:00:27) Puella Magi Madoka Magica
(01:02:11) Leitura de Emails
(01:16:00) Recomendação da Semana – Black Lagoon

Download (CLIQUE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE E ESCOLHA A OPÇÃO “SALVAR DESTINO COMO…” OU “SALVAR LINK COMO…”)

35 Respostas para “Mangá² #97 – Puella Magi Madoka Magica

  1. Sempre quis mandar um email pro manga ao quadrado mas acho melhor não começar com uma tetra(Ainda não ouvi mas assumo que vocês falaram bem)…

  2. Parece que cada bruxa tem uma ligação visual muito forte com o que lhes fez alcançar o desespero. Pelo que parece… e nesse ponto vim só destacar que quando aparece a primeira bruxa no flashback da Homura, o “chão” do labirinto é a Guernica, de Picasso, e Noite Estrelada, do Van Gogh. Aliás, o visual das bruxas tem uma pegada bem mais surrealista, que trabalha bem essa pegada de desespero. Outro bom ponto estético é a constante referência à época vitoriana, desde as roupas e acessórios levemente steampunk, passando pela música clássica e sacra, até a presença recorrente de elementos que caracterizam uma sociedade aristocrata (a amiga rica, o garoto violinista, vários elementos religiosos na tela, a Kyoko que era pobre porque desafiou os mandamentos da igreja, uma bruxa que tinha festa do chá, etc.). Não sei até que ponto isso é importante, porque é algo tão sutil que a presença chega a ser dúbia. Mas vale o comentário.

  3. Existe uma teoria que aponta a Walpurgisnacht como a transformação bruxa da Homura. Faz sentido o “carma” das viagens no tempo ter se concentrado não apenas na Madoka, mas eu não revi a série para saber se tudo se encaixa, apesar da referência visual às engrenagens do relógio ser bem perceptível.

    Quanto ao final, não se sabe o quanto ele foi modificado após a pausa devido ao terremoto, mas o discurso “nos momentos de crise, saiba que tem sempre alguém olhando por você” com certeza foi inserido como uma mensagem motivacional pós-desastre. Gosto muito dele pois interpreto Madoka Magica como uma jornada por um período de depressão, sendo o final a recuperação parcial dos problemas antigos e a geração de novos.

    Por fim, sou muito a favor de uns 2 ou 3 Segunda Potência antes do podcast de Punpun porque eu mal comecei a ler o mangá. Aproveitem para falar sobre House of Cards, particularmente não sou muito fã, mas pelo visto vocês adoram.

    • Sobre o Walpurgisnacht, até faz sentido, mas não sei se a teoria se sustenta. Se bem me lembro, já na primeira linha temporal ele era muito forte.

      E não vai ter Segunda Potência, já tá tudo agendado com a galera, sinto muito. E mesmo que tivesse, fica difícil falar especificamente de House of Cards, não sei. Mas eu de fato gosto bastante.

    • Mas nesse caso, a bruxa da Homura deveria ser de outra linha do tempo pra poder lutar contra ela não? Acho que isso só confundiria a história. E se for levar em conta o 3º filme essa teoria é quase impossível.

      Mas, penso eu que voces devem considerar fortemente a possibilidade de fazer um segunda potência sobre o filme algum dia. O programa serve pra falar de qualquer coisa que não seja mangá, certo?

  4. Sobre o Walpurgis Natch, também é citado no Fausto do Goethe, e é onde o Fausto percebe o que seu desejo causou e começa todos seus problemas do seu desejo e a conclusão da história.

    Particularmente, apesar de gostar de Madoka, eu não gosto de nenhuma personagem, acho uma história bem voltada ao plot e não as personagens(algo diferente do terceiro filme), se tem algum personagem que eu gosto na obra é o Kyuubei, ele é o único que considero o mais relacionável, apesar dele ser do jeito que é, pra mim ele é o mais humano dali. Não acho Madoka a última maravilha, mas é um bom anime, e não é nem o meu mahou shoujo favorito, de qualquer forma, como falaram ali, queria saber de vocês, se recomendariam para alguém que nunca conheceu mahou shoujo, ou se acha que a história perde algumas camadas interessantes por não ter essa bagagem cultural de mahou shoujo?

    Nunca tinha pensado, mas o Besouro Rola Bosta de Bokurano, é bem similar ao Kyuubei, me deu saudade de ler Bokurano. E fazendo um pequeno slowpoke report, que na verdade não é: eu li Short Cuts do Furuya e achei incrível, com certeza um dos melhores de comédia que já li. Queria saber se conhece mais algum de comédia que seja em uma página e fora do padrão de 4koma.

    Black Lagoon é um mangá que acompanho a passos MUITO devagares, acho que leio 2 volumes por ano. Mas como eu assisti o anime antes, acompanhar com frequência não é tão legal assim.

  5. Slowpoke Report
    Finalmente terminei Hikaru no Go!!!!\o/\o/\o/
    Um mangá que estava a séculos na minha wishlist, mas vcs deram o empurrãozinho final pra que eu começa-se a ler. Realmente gostei. Discutivelmente o melhor mangá que o Obata já desenhou(mas a arte começa meio cruzinha). Eu adorei o Sai, btw

    Li Solanin. Não gostei. Estranho estragou o mangá, fui com muito hype.(Brincadeira, gostei. Não achei essa Coca-Cola toda que o estranho cantou, mas deu pra curtir. Talvez eu ache melhor quando for mais velho, mas ainda prefiro PunPun)

    Estou na metade de Onani Master. Está interessante, pelo menos. No momento apenas tentando absorver a idéia do cara fazer um mangá de masturbação

    Sobre Madoka, eu adoro o anime. Sempre achei Mahou Shoujo uma coisa tão boba(via um pouco de Sakura e Sailor Moon quando criança) e vi o anime só pra hatear, não sabia pq recomendavam, só que fui absolutamente surpreendido. Se tornou um dos meus animes preferidos instantaneamente. Madoka é verdadeiramente um clássico moderno.

  6. Eu realmente não gosto do termo desconstrução me parece que falta algo nele, na real nunca me parece que algo foi realmente desconstruido.

    Tirando os 2 primeiros episódios de madoka eu gosto da obra como um todo, mas uma dúvida porque essa birra com o último filme?

    E ansioso para Prophecy (acho que vai ser o segundo enquadrado que vou conseguir ouvir sem tomar spoiler’s).

    • Não tem birra com o filme em si, mas sim com o fato de todo mundo perguntar se iríamos falar dele, lol! Foi uns 3 emails, umas 2 pessoas no twitter, e outra pessoa dentro do podcast!

  7. terminei de ler punpun e foi uma esperiencia de leitura unica adorei a historia apesar de não ter gostado muito do final

    minha personagem favorita é a mami pois gosto de peitos

    na epoca em que o anime saiu eu não tinha costume de acompanhar temporada de animes e era pouco informado sobre o mundo dos animes e mangás wera do tipo que só lia naruto e bleach ,enfim quando comecei a acompanhar temporadas ia sair um anime chamado psycopass(que é exelente e vocês ja deveriam ter visto )e todo mundo tava falando “é do mesmo criador de madoka” dai fiquei curioso em saber o que diabos era madoka fui pesquisar e tomei um monte de spoiler na cara ,depois fui ver o anime e mesmo sabendo da morte da mami ainda sim me chocou aquela cena ,fico imaginando entao o pessoa que acompanhou semanalmente

    gostei bastante da abordagem que vocês fizerem ja ouvi dezenas de podcasts sobre madoka e sempre acaba ficando naquele negocio da desconstrução

    tem uma coisa que vocês não citaram no podcast que é a teoria da bruxa final ser a propia homuro ,nunca foi confirmado mas da a entender já que essa bruxa é formada por engrenagens de relogio ,e isso esplicaria por que a homura nunca conseguiu derrotala

    um pequeno detalhe que a maioria das pessoas não presta atenção é o fato em que o mundo de madoka não é ezatamente o nosso ele é meio futurista mais tecnologico ,por exemplo a casa da madoka é meia que feita de vidro sei la

    eu faço parte do pequeno grupo de pessoas que não odeia o kyubei,simplesmente eu vejo ele como uma maquina que pensa racionalmente

  8. Apesar do filme não ter sido comentado, ótimo podcast. Madoka é um anime que eu adoro, e acho difícil alguém assistir e achar ruim.

    Pra mim Steins;Gate é do mesmo nível de Madoka, mas por ter um começo lento e considerando o hype que a gente joga em cima do anime, acho que voce não passa do episódio 6, Estranho.

    • Seria sacanagem ele não passar dos eps. iniciais só pq eles são introdutórios, já que ele adora The Music of Marie, que tem um começo muito mais lento (e não tão interessante quanto S;G) haha

      • Mas The Music of Marie é menor então acaba acelerando antes. Umas das poucas críticas que eu vejo as pessoas fazerem à Steins;Gate é que o plot avança em um episódio e recua em outro. Isso não me incomodou nenhum pouco, mas pode incomodar alguns. O carisma dos personagens é mais do que suficiente pra superar o problema.

        • Pois é, aquele começo é bem slice of life, focando bastante nos personagens. Mas depois a gente entende porque aquilo é tão importante, no final das contas

  9. A morte da Mami é o exemplo mais básico de expectativa – quebra de expectativa. Cheguei a mandar um e-mail pra vocês sobre um ponto do cast, não deu pra escrever tudo senão seria colossal o e-mail. Espero que leiam.

  10. Saudações, amigos. Como sempre, gostei do programa, e tbm gostei dos convidados que vocês chamaram. O Rubio e o Izzo parecem ser bem legais, e (novamente) tudo ficou bem descontraído, como amigos conversando de forma natural.
    Sobre Madoka; assisti o anime no começo do ano passado, e minha visão das obras em geral naturalmente evoluiu, de lá pra cá. Na época, eu achei um anime bom, mas tbm achei meio chato. Não fui assistir com a mentalidade de que era uma desconstrução do gênero Mahou Shoujo (até porque se eu assisti 3 animes desse gênero, foi muito), então achei várias partes, que ocorriam entre os eventos importantes, sem graça. Além de que eu não me impressionei com a morte da Mami no 3º ep. Eu havia visto as pessoas comentando que nesse ep. haveria algo que mudaria minha visão da obra e tudo mais, mas quando eu cheguei lá, só pensei “tá, a menina morreu. Personagens morrem em animes a todo o momento”.
    Só fui me impressionar mesmo no episódio 10, onde ocorre a revelação das viagens no tempo, e de tudo que a Homura passou (apesar de não ter achado algo tão espetacular assim*). Achei aquilo bem legal, e como sou fã de coisas que falam sobre tempo espaço, a obra ficou muito mais interessante, pra mim, naquele momento.
    Considerando tudo isso, acredito que, por eu não ter tratado a série como uma desconstrução, eu acabei não considerando ela como algo de tanta qualidade. Afinal, a morte de uma personagem e o tipo de consequência que ocorre com o “contrato das garotas, não seriam coisas tão impressionantes em seinens, por exemplo.
    Como não lembro de muita coisa do anime, tenho que assistir os filmes para avaliar melhor a história, mas, no geral, achei Madoka um anime bom, sim. (Btw, os filmes são basicamente o anime dividido, já que 12 eps. de mais ou menos 20 min. dá na mesma que 2 filmes de 2 hrs).
    Tbm achei que vocês deveriam ter falado do 3º filme, já que, assim como o filme do 1º FMA, ele é continuação direta da série de TV. Logo, é uma história só.
    *Se vocês acharam tão impressionante a viagem no tempo que acontece em Madoka, esperem só até ver um certo anime que recomendam toda semana. //Mancada vocês não terem lembrado que sou eu que sempre recomenda Steins;Gate haha É só o melhor anime já feito nessa indústria japonesa de desenhos pornográficos chineses. Sem mais

    • Prefiro Madoka a Steins;Gate, mas gosto é gosto. Mas falar que Steins;Gate é o melhor anime já feito é um over-hype extremo, no nível do hype de Shingeki no Kyojin

      • Óbvio que o que eu usei ali foi uma hipérbole, até pq eu não assisti todos os animes já feitos pra poder julgar.
        Como você disse, gosto é gosto. E, como eu disse, achei bem chato os acontecimentos que ocorriam entre as partes chaves de Madoka. Em Steins;Gate tbm tem “enrolação” (que, como eu disse no outro comentário, serve pra aprofundar a relação entre os personagens, antes do plot twist), mas física quântica e construção de uma máquina do tempo é, para mim, uma “enrolação” muito mais interessante do que ver a vida das menininhas em Madoka.
        E se você acha que o roteiro de Shingeki no Kyojin chega no nível de Steins;Gate, sei que não vai dar pra discutir

        • Meu problema com Steins é que o tempo que ele demora pra ficar realmente foda, Madoka já veio e contou tudo o que tinha que contar.
          As partes chatas de Madoka(pq, sim, são sacais) existem para criar expectativa, já que eles não podem quebrar expectativas se não houver uma em primeiro lugar
          E acho roteiro de SnK de mediano pra bom, só falei que falar que Steins é o melhor anime do mundo é colocar um hype no nível que os fãs de SnK fazem com o anime/mangá, um hype absolutamente desmedido e que não condiz com a realidade
          De qualquer jeito. 2011 foi um ano muito bom para animes, tem alguns excelentes publicados naquele ano

          • Sobre o hype de SnK, eu concordo que é, sim, exagerado. Mas sobre Steins;Gate eu não penso assim. Ele é uma das melhores, se não a melhor, obra que eu já vi, tanto em anime, quanto em manga. Por isso que eu sempre recomendo ele às pessoas

          • Pra mim, falar que é o melhor que eu já vi é overhype, mas com certeza entraria no meu top 10(é meu 11º “coiso” do Japão favorito) se não fosse pelo meu saudosismo babaca que mantém Digimon no top 10. Mas S;G é realmente bom e vale a recomendação

    • Porque em vez de ver o anime de Stein Gate eles não jogam a Visual Novel de Steins Gate? Sobre o anime já vi quinhentos comentando, mas sobre a VN é bem mais raro.

      • Eu falo do anime pq foi o que eu vi. Até pensei em ir atrás da visual novel, mas esse tipo de jogo não me interessa (apesar de ter curiosidade sobre as outras rotas). Visual Novel é uma mídia muito menos popular do que anime, por isso que não falam tanto sobre ela

  11. Eu tinha bastante preconceito com Madoka devido ao visual ultra moe, acho que só com o Video Quest (o primeiro vídeo a respeito, não esse novo) foi que eu resolvi dar uma segunda chance pra série e que acabou se tornando um dos meus animes favoritos. Infelizmente tenho nada a acrescentar quanto aos simbolismos da série, e estaria repetindo ao ressaltar as qualidades dela.

    Nunca li Black Lagoon, mas assisti ao anime e aos OVAs, e eles deixam nada a desejar. É difícil encontrar uma série animada que envolva assuntos como máfia, crimes e tiroteio de uma maneira que seja séria e divertida (algumas cenas de ação são de tirar o fôlego).

    Ansioso pelo programa de Prophecy… gostei demais do primeiro volume, mas não curti o terceiro, veremos o que vocês terão a dizer.

    Abraços!

  12. Fala ae pessoal. Pode ser super piração minha, mas não sei pq senti alguma critica(por parte do anime) á Industria Idol do japão, por causa de toda aquela parada do contrato e toda a ilusão.
    Enfim mudando de assunto, vocês já pensaram em fazer a filmografia de alguns diretores japoneses que trabalham na área de animação? Acho que seria bem legal e que não iria sair do foco do site, já que vcs são “multimidáticos”. Já deixo uma dica: Satoshi Kon um diretor foda (y)

  13. Acho uma coincidência incrível os dois últimos episódios de Madoka terem saído justo na Pascoa.
    Não cheguei a acompanhar o anime desde o começo mas vi ele todo depois que haviam saído 8 ou 9 episódios. Foi uma boa experiência ver o pessoas discutindo sobre na época.
    Ah, só reforçando que animação boa ou não é algo que não depende tanto do financiamento, mas sim do planejamento do projeto e qualidade dos animadores nele. Os animadores precisam de tempo para animar bem as cenas e geralmente a queda nisso ocorre em episódios que são feitos de maneira mais corrida (geralmente os do meio da série). Lógico que mais tempo animando um episódio = mais tempo de contração = mais dinheiro gasto, mas não é sempre que um anime com muito dinheiro injetado sai bem animado.

  14. sobre os comentários de que madoka não vai ser tão lembrada por conta de 2011 ter sido um ano muito bom, além de steins gate também saiu anohana que muita gente gosta, tiger & bunny e mawaru penguindrum que é um anime muito mais fora do padrão que madoka.

  15. 2011 Foi um ano de animes muito bons, mas madoka é quele tipo de anime que ainda vai ser muito copiado e não da maneira que é evangelion, afinal madoka te engana pela arte (q pra mim parece uma piada de humor negro). Adorei o cast agora acho que obrigatoriamente tem que ter uma continuação falando do filme 3. Não tem final sem esse filme.

  16. Qual o nome do mangá de 3 volumes que disseram ser a primeira desconstrução de Mahou Shoujo?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s