Mangá² #50 – Judeu Ateu vs Estranho

Sejam bem vindos ao episódio CINQUENTA do Mangá², o podcast que completa praticamente UM ANO!

Nessa data comemorativa e nesse programa versus que não é versus (nunca é), pedimos licença pra não falarmos de mangá e cultura japonesa por uma semana, para falarmos sobre nós! De onde viemos, para onde fomos, o que pensamos, o que o podcast mudou em nossas vidas e o que achamos de você, ouvinte! Em suma, conheça um pouco do Guilherme (quem?) e do Gabriel (quem?²)!

E uma data comemorativa exigia recomendação comemorativa! Então esta semana deixamos de lado a recomendação da semana pra fazer uma “Recomendação para a Vida“. Recomendamos 6 obras que consideramos importantes e que, por um motivo ou outro, não apareceriam sendo recomendadas no podcast diretamente. Portanto, se tem algo da lista que ainda não leu, ouça o podcast e vá ler!

Contato

O seu contato é muito importante pra nós! Queremos sempre a sua participação comentando os episódios, enviando sugestões de pauta, sugestões de leitura, dúvidas, elogios e críticas, qualquer coisa!

O email para contato é: mangaaoquadrado@gmail.com

E lembre-se de encaminhar seu arquivo .mp3 com uma gravação de sua própria Recomendação do Ouvinte, que será incluída no próximo episódio, de número 51! Ainda há tempo!

Cronologia do episódio

(00:23) Discussão Semanal – Judeu Ateu vs Estranho

(33:05) Leitura de Emails

(47:20) Recomendações Para a Vida – Slam Dunk, 20th Century Boys, GUNNM, Fullmetal Alchemist, Hikaru no Go, Oyasumi Punpun

Download (CLIQUE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE E ESCOLHA A OPÇÃO “SALVAR DESTINO COMO…” OU “SALVAR LINK COMO…”)

48 Respostas para “Mangá² #50 – Judeu Ateu vs Estranho

  1. Queria agradecer a vocês e todas as pessoas que participaram do programa ao longo de todos esses 50 programas, desde os participantes especiais, os comentaristas e enviadores de e-mail, e principalmente ao Judeu e ao Estranho. Sobre a pergunta que vocês fizeram, o que mudou na minha vida?

    Principalmente os mangás que comecei acompanhar. Sou uma pessoa que recentemente começou a ler mangás, mais ou menos um ano e meio, antes só lia comics ocidentais. Aprendi a não distinguir elas além de sua diferença de localidade. Outra coisa que mudou na minha vida, é que minhas segundas-feiras ficou mais alegres com esse compromisso que firmei na minha vida de sempre escutar o podcast logo quando sai. Notei isso principalmente hoje, ao esperar ansiosamente o podcast de hoje.

    Slam Dunk – Recentemente alcancei 33 volumes de Vagabond, ainda não li Slam Dunk, porém irei ler ele num futuro distante.
    20th Century Boys – Meu primeiro mangá e foi muito especial, li numas férias do meu último ano de ensino médio. Foi o mangá que me fez procurar ler mais mangás e não ler só comics. Todos os personagens carismáticos pra caralho e todo aquele mistério ao redor do Amigo.
    GUNNM – Está na wishlist, recentemente me interessei por mais sobre o universo cyberpunk e distopia após ler obras do Tsutomu Nihei e ler 1984 e Admirável Mundo Novo.
    Fullmetal Alchemist – Foi meu primeiro anime que assisti com o uso da internet, foi durante a exibição dele na RedeTV, não consegui esperar e os cortes me irritavam. Assisti em rmvb com uma qualidade péssima, e lembro de ter assistido o último episódio no dia da morte de minha vó.
    Hikaru no Go – Vou ser bem sincero, esse mangá não me desperta o mínimo interesse. Como sou um novato no mundo dos mangás, e além dos comics que ainda tenho que ler que estou dando prioridade. Talvez num futuro, quando estiver sem o que ler, talvez eu dê uma chance.
    Oyasumi Punpun – Essa obra é engraçada, eu estou num momento que não estou nem feliz, nem triste, porém toda vez que leio um volume dessa obra, eu fico realmente triste e deprimido. Semana passada eu li o volume 6 depois de 5 meses de ter lido o volume 5, após ser anunciado o fim, decidi que irei ler a todo o vapor e acompanhar as discussões não só aqui, mas também em outras áreas.

    Obrigado por mais uma semana de conhecimento e sabedoria, até a próxima semana.

    • Opa, valeu pelo apoio, cara!

      E a recomendação de Hikaru no Go foi naquelas: muita gente não lê justamente por achar que não vai gostar. Mas vai por nós: é bom!

  2. Nas fotos o judeu ateu é o da esquerda e o estranho o da direita, né? Para mim a aparência de vocês parece invertida, não por causa do apelido, mas porque para mim o estranho parece ser mais organizado e o judeu ateu mais tranquilão, ai vendo as fotos de forma estereotipada o judeu tá com cara de mais certinho (por causa do cabelo e óculos) e o estranho com cara de sussa da vida kkkk….De qualquer forma, parabéns pelo 50º aniversário, vocês não somente influenciaram de forma positiva o que leio e vejo, mas como me ajudam a levar um ponto de vista mais analítico para tudo que consumo de entretenimento, além de me divertir toda a semana quando comentam os 3 mangás shounens kkk…

    Obrigado Gabriel e Guilherme, continuem assim o!

    • o manga ao quadrado realmente mudou minha vida ! tornei me o primeiro portugues a comentar o pod cast 😛 sou hipster?

      ps: estranho, me respeita? kkk

        • Pois é né? Vida de estagiário é cansativa e stressante :/ ainda pra mais na minha área que é das mais stressantes: cozinha.
          Mas toda sexta feira o vosso podcast alivia um pouco isso 😛
          O pior é que eu tinha prometido uma recomendação audio (que na verdade eu estava pensando em pokemon adventures, pena ja terem recomendado…) mas ainda tenho um outro, então fiquem no aguardo !

          Já agora, eu tou pensando em criar um blog e conheço poucos “sites”/”redes” de blogs (seja la qual é o termo), e já que voce e o Judeu são do meio, qual a melhor rede? a que voces usam? se poder ajudar, agradeço !

          Caminhando para mais 1 ano de manga ao quadrado !

  3. Parabéns pelos 50 podcasts, continuem assim. Sobre a pergunta de como vcs mudaram minhas opiniões, devo dizer que estou ficando cada vez mais crítico em relação aos mangás que gosto, e em relação às notas que eu dou a eles, que a cada vez que vou revisar, diminuo elas, e vocês tem grande influência nesse meu pensamento mais crítico. Já as recomendações que vocês deram, só não li ainda Slam Dunk e Oyasumi Punpun, mas devo ler eles nas minhas férias agora no meio do ano. E como vocês disseram, realmente das 4 obras que eu li das recomendações dessa semana, 3 estão no meu top 10, apenas GUNNM não está. E concordo com o judeu, Hikaru no Go é a melhor obra do Obata.

  4. Parabéns pelos 50 podcasts e espero que continuem com esse ótimo trabalho.
    Em relação à pergunta: ao que mudou na minha vida.
    Antigamente me prendia a ler apenas mangás conhecidos, como Naruto, Bleach, One Piece. Comecei a ler mangás há uns dois anos e sinto que hoje já dei alguns passos alem por causa de vocês.
    Agradeço a vocês por todas as informações que já tirei do Mangá².

  5. O kanzenban de Hikaru no Go é LINDO (pelo menos os que vi na internet pois não tenho condições de ter um em mãos) a arte do Obata acentua muito bem o roteiro da Yumi Hotta. Espero que trabalhem juntos novamente.

    GUNNM, cara, como tenho vontade de ler esse mangá, a arte parece muito bonita (geralmente olho primeiro pra arte do mangaká pra depois saber se o conteúdo é bom, mas eu não vejo por aí mangás com uma arte bonita e um roteiro ruim)

    Com Slam Dunk não sei porque eu não consigo começar a ler ele, vontade até tenho, mas sempre fico travado com as obras do Inoue.

    Estranho/Estranhow/Guilherme? No que Fullmetal devia ter sido melhor? Você quando começou a falar dele disse que podia ser melhor.

    • Acho que foi uma má escolha de palavras na hora de passar o que estava pensando. O que eu queria passar é que talvez não fosse a melhor escolha pra falar neste podcast especificamente. Seja pelo fato de já ser amplamente conhecido (como Death Note é, por exemplo) ou seja por talvez (e eu disse TALVEZ, precisaria analisar melhor a obra) não ser a obra definitiva do battle shonen que é pintado por aí.

      Mas o mangá é ótimo mesmo. Acho que o que conversamos logo após essa frase que citou já justificou bem o fato dela estar ali.

  6. Não lembro quando comecei a acompanhar o site, mas comecei a ouvir lá pelo 6º ou 7º.
    Não tenho costume de comentar em blogs, não gosto muito, mas vocês são o 2º blog que eu paro pra comentar.

    Acho que a maior contribuição do podcast na minha vida foi fazer com que eu lesse o Inio Asano. Convencido por vocês comprei Solanin, depois li Holograph para o mangá enquadrado e atualmente estou no volume 7 de PunPun que realmente virou um dos meus mangás favoritos, assim como o autor.
    Não sei se terei muito a acrescentar, mas alcançado o último volume eu mando o e-mail para vocês.

    Teve outras obras também indicadas por vocês, que gostei bastante, como: It’s not my fault that i’m not popular e Bradherley no Basha.

    Acho que o ponto positivo do podcast é que no fim você sempre adquire algum tipo de informação nova, alguma coisa que agrega.

    Sem dúvida vocês foram uma das varias coisas, que me fizeram dar um “pause” no meu blog, me motivando a remodelar e criar novos projetos que realmente tenham alguma relevância, que espero conseguir por no ar.

    Parabéns pelo ótimo trabalho realizado.

  7. parabens pelos 50 podcasts é bom saber um pouco mais sobre os dois ,e finalmente matei aquela minha duvida de que se o judeu era realmente um judeu ateu

    e sobre o que o manga2 mudou minha vida?
    bom eu conheci você por causa do video quest naquele episodio que o judeu participóu pra falar de soul eart ,dai fiquei curioso e baixei o podcast de voces achei que tava com defeito pois não tinha imagem ,depois percebi que era só audio mesmo kkkkkkk
    por fim comecei a acompanhar voces ,gosto muito do estilo de voces de em vez de fazer como a maioria e pegar mangá X pra falar sobre, falam sobre um tema especifico ,foi graças a vocês que comecei a ler mangás mais digamos alternativos ,como glaucos e nijigahara olograpi

  8. A questão que não quer calar. Quem é o uke e quem é o seme desse podcast?

    Questões, muitas questões…

    Mas falando seriamente, meus parabéns pelo marco. Um ano, pra qualquer coisa que você faça (ainda mais em se tratando de uma coisa feita inteiramente por gosto, por hobby), é bastante tempo, pode não parecer, mas é. Com certeza foi preciso muita determinação, e garra, pra tanto.

    Como ouvinte, senão desde o começo, de longa data pelo menos (fiquei sabendo do podcast logo no primeiro, mas só fui começar a acompanhar depois). Posso dizer que, tenho acompanhado a evolução do programa, e o amadurecimento de vocês por todo esse tempo.

    É claro, isso vale pra mim também, eu também evoluí ao longo desse ano, e também amadurecido ao longo desses 50 podcast. E quem mais vem acompanhando o trabalho de vocês, também, com certeza.

    Consigo perceber isso claramente, no meu jeito de ver as coisas, no meu jeito de escrever os emails, “no meu jeito de ler manga”. Pode até ser uma mudança sutil , no entanto, agora consigo ver as coisas de maneira mais abrangente, mais critica.

    Mas eu sei muito bem que ainda tenho muito o que aprender, e sinceramente, vocês também…

    Eu sempre soube que não sabia de porra nenhuma, só por ter lido algumas dezenas de mangas isso nunca faria de mim melhor do que ninguém. Mas, não só através do Manga², mas juntando a ele toda sorte de experiencias por ai, eu tenho podido crescer, de uma maneira mais “consciente”, eu acho.

    Tenho certeza que muita gente tem crescido ao longo desse tempo, eu sempre pensei nisso como o mais importante. As discussões daqui sempre acabam levando a algum lugar, mesmo que a gente não saiba ao certo onde.

    Como eu disse lá atras, no meu primeiro email, isso que vocês fazem é o de fã para fã. No sentido mais puro da expressão. E tem acrescentado em muito pra comunidade.

    Não sei se poderia me chamar de amigo, mas como um conhecido, e tão pouco sei se poderia dizer que meus comentários ou minha opinião são pertinentes ou pelo menos relevantes, mas, vou continuar acompanhando vocês nessa, por quanto tempo mais for necessário.

    Dessa vez não vou mandar email, e nem voltar nos programas perdidos desde o ultimo. Vou apenas deixar esse comentário, como registro.

    Mais uma vez, muito obrigado pela paciência, boa sorte pra vocês, e continuem se esforçando!

    • Acho que o mais preocupante disso tudo é eu saber o que é uke e seme sem precisar pesquisar.

      “Mas eu sei muito bem que ainda tenho muito o que aprender, e sinceramente, vocês também…”
      Porra, com certeza! A gente fica com esse papo de “entusiastas” justamente porque ninguém aqui sabe tudo ou quer agir como se soubesse tudo. Esse é o pior tipo de prepotência que existe. Seria besteira se recusar a aceitar que aprendi muito lendo emails e comentários nesse último ano; até acho que recebi mais conhecimento do que passei nesse tempo todo. E espero cada vez aprender mais, com certeza!

  9. Parabéns ai pra vocês dois!!!! xD 50 podcasts realmente é muitíssima coisa, aja assunto e folego né. O que mais eu percebi em mudança nos dois ao longo desses programas, foi a animação ao faze-lo e um se sentir mais a vontade, como se estivéssemos na sala de estar da casa de vocês.

    O que me acrescentou, hem? Sinceramente… me sentir mais a vontade com a mídia ‘mangá’, explico: tantos amigos que já não consomem mais mangás, foram parando e abandonando, conversar sobre elas já não andava mais rolavam (já que só eu continuava lendo), tava já achando que deveria meio que abandonar, que já estava ficando velho demais pra isso (mesmo ainda me divertindo; parece pesteira isso, mais pensamentos assim rolam, acreditem em mim). Conheço até uma molecadinha que começou a consumir, mais não é a mesma coisa, falta a maturidade da idade. Ver vocês, um de 22 anos e o outro de 25 anos, consumirem e conversarem sobre às mesmas histórias que eu leio e gosto, essa conversa dos que se encontram na casa dos 20, é muito show e acrescenta as histórias lidas por nós, elas acabam crescendo – talvez eu também, sei lá.

    Poxa, e que venham mais 50,
    eu gostaria o/

    PS.: Pensei em alguma palavras de ódio direcionadas ao Judeu, mais não vieram S2, olha só.hahahah

    • Olha, essa crise do “estou velho demais pra ler quadrinhos” parece ser uma constante com a galera tá chegando ou passando pelos 20 anos. Hoje eu tenho o discernimento pra perceber que isso é uma besteira, e que não há idade pra nada. Se te dá prazer, então vale a pena, não importa a idade!

      Ademais, obrigado pelo apoio! Vamos torcer pra ter mais 50 (é o que espero também)!

      • eu nuca tive esse negocio de “estou velho demais para quadrinhos ” no macimo eu tive um estou velho demais pra pokemon
        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      • É verdade, é exatamente o que penso. Sem contar que existem tantas histórias boas em mangás que são cheias de conteúdo, que não ficam só no entretenimento. Falam da vida, das coisas que também acontecem foras das paginas… Eu li recentemente o mangá Death Sweeper (o que tem pra ler, ta meio que pausado), que fala de uma forma muito legal sobre a morte em si, e é foda sentar e conversar com alguém sobre esse assunto – e existe a reflexão! (pelo menos eu penso nela, é uma curiosidade minha) -, só que sempre acaba escapulindo para uma piada.. Solalin, um clássico daqui ^^, que fala da vida adulta, do que queremos e esperamos dela. E porá-ai, vai.
        Enfim, gosto de ler, gosto do que leio, gosto de encontrar coisas novas e me surpreender com elas. E vou pegar o 20th Century Boys pra ler, juro, pra mim (22 dois volumes é pra uma vida hem; projeto 2013, gogogo), sempre namorei ele e nunca li, mais vou criar coragem e ler.

        Obrigado vocês pelo conteúdo trazido aqui nos podcasts do Manga²! xD

  10. Todos os mangás que vocês recomendaram (com excessão de Hikaru no Go) já estão na minha lista há um bom tempo… Prometo que quando eu me atualizar em Toriko, Shingeki no Kyojin, Assassination Classroom e Hunter x Hunter irei lê-los!
    De qualquer forma, muitos parabáins, vocês fazem excelentes podcasts.

  11. Olá!

    Parabéns pelos 50 programas e parabéns redobrados pela qualidade com que cada episódio foi construído.

    Muito interessante a ideia de mostrar o que existe na gênese não apenas do mangás ao quadrado, mas principalmente na gênese dos dois protagonista desse universo, seja através das primeiras tentativas, da criação do grupo e da estabilização do mesmo (todos temos ou tivemos experiências como estas e saber que Estranhow e Judeu estão nesse mesmo grupo nos acalenta).

    Ficam meus votos sinceros para que esta parceria renda ainda mais frutos e que o mangas ao quadrado se torne ainda mais evidente!

    Abraços do amigo King Buddy Holly, ETERNAMENTE IT’S ALIVE do blog Filmes do Pato Morto!

  12. Ainda irei ouvir essa edição do podcast, mas desde já gostaria de perguntar se o tema possui relação com a minha sugestão de semanas atrás?

  13. Poutz, hoje encontrei Gunnm e Hikaru no Go completos em um sebo de Campinas……. A tentação está grande, problema é a verba.

    Depois escreverei um email, mas já deixo meus parabéns a vocês =D

    • Olha só, que legal. Será que em algum dos Sebos de Pinheiros (SP) eles teriam (?). Já vi muito Suehiro Maruo em Sebo, a preços a-la salgados, é verdade, mas só de ter, já é bastante legal.

  14. Desculpem perguntar, mas não conseguir fazer o download do arquivo, tentei de todas as formas (salvar link como, mudei de navegador, uso chrome e tentei com mozila e ate mesmo gerenciador). Podem me ajudar ?

      • Simplesmente não abre no chrome e no mozila, da erro antes de começar o download. Até mesmo o blog do Judeu não está abrindo. Tentarei solucionar o problema, se conseguir, posto aqui, pois podem existir pessoas com o mesmo problema. Obrigado por preocupar !

        • Consegui solucionar, estava relacionado ao JAVA, atualizei minha minha versão e resolveu. Obrigado.

  15. Dando uma rápida passada para deixar o meu Skype: luishr.oliveira !
    Add aí para o Skypão do próximo Oaysumi PunPun!

  16. Ae! 50 podcasts! Eu não chego nem a 50 comentarios =P

    Admito que cinto uma falta dos seus textos Judeu, serio mesmo, e tbm dos MMVs. Porra vei teu MMV me fez ler Hotel antes mesmo de eu te conhecer ou conhecer o blog. Acho que ate comentei contigo no twitter.

    E na boa, nunca vou entender como vocês conseguem fazer pra ter tantos comentarios. Pode ate dizer que e pelo tempo que o blog ta aberto, mas se for isso eu tenho 1 ano já e nada. Serio cara, não acredito que vc so divulga no twitter igual vc diz. Tem coisa ai. Acho que e tudo uma mafia organizada criada pelo Nintakun.

    Quando vcs falaram dos users me senti um pouco culpado. Eu me conheço e não duvido que fui um dos que falou merda aqui =x (crises de depre constante blabla, não vo entra nisso)

    Tbm arrumei uma briga com o Estranho no Twitter por bestera. Eu falei brincando que ele copiou a minha ideia de fazer uma resenha de “Kaikisen – return to the sea” pois eu tava a seculos falando que ia escrever algo sobre já que eu era do scan que traduzia e outras coisas. Mas agora acho que ta de boa ne? (aposto que o cara nem lembra mais disso)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s