Mangá² #26 – O que matou o Battle Shounen?

Sejam novamente bem vindo ao (Fe) episódio do Mangá², provavelmente o maior podcast sobre mangás do Brasil!

Na análise de temas da semana, resolvemos nos perguntar, afinal de contas o que está acontecendo com o Battle Shounen? Ele morreu? Por que? E qual será o seu destino à partir de agora?

Na análise dos mangás semanais, pra não ficar muito desconexo, prolongamos mais um pouco a recessão dos Big3 da Jump e demos um check-up em 2 outros mangás. Analismos assim os terrores (e não da forma positiva) de Hungry Joker e o possível futuro de Assassination Classroom.

E por fim na recomendação semanal, o Judeu Ateu (e só Judeu Ateu) recomendou um mangá diferente de tudo que recomendamos até agora, um moe.

Contato

O seu contato é muito importante pra nós! Queremos sempre a sua participação comentando os capítulos, a pauta sugerida, enviando sugestões de leitura, pedidos de sugestões específicas, elogios e críticas em geral, qualquer coisa!

O email para contato é: mangaaoquadrado@gmail.com

E lembre-se de encaminhar seu arquivo .mp3 com uma gravação de Recomendação do Ouvinte, que será incluída a cada 5 episódios.

Cronologia do episódio

(00:20) Discussão semanal – O que matou o Battle shounen?

(18:22) Leitura de Emails

(32:50) Disclaimer
(34:45) Hungry Joker #8 – Alguém sem nada
(42:15) Classe da Assasinação #26 – Tempo do Mestre

(51:55) Recomendação da Semana – Gokicha!

Download (CLIQUE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE E ESCOLHA A OPÇÃO “SALVAR DESTINO COMO…” OU “SALVAR LINK COMO…”)

23 Respostas para “Mangá² #26 – O que matou o Battle Shounen?

  1. O genero se desgastou, isso é verdade.
    Nos pensamentos que já tive sobre o gênero, descobri o óbvio: Assim como vocês mesmo falaram das novelas, que tiveram que se reinventar, os mangás shounen passaram por isso.
    MAS, nao sei se foi questão de perceber que o público queria algo mais inteligente, e sim por evolução natural. A decada de 80 superou a de 70, e a de 90 superou INFINITAMENTE a de 80.

    É só olhar para os exemplos: Em 80 temos Hokuto, Jojo, Cavaleiros e Kinnikuman. Já em 90 temos Yuyu, Rokudenashi BLUES, Houshin, Samurai X, e além deles, os mangás de 80 que atravessaram a decada, evoluiram muito. Como Dragon Ball e o próprio Jojo.

    Para dar crédito ao que eu falei, é só reparar no traço e nos plots dos mangás citados. Os de 90 tinham muito mais características próprias em ambos quesitos, fora a tecnica narrativa deles. Dessa década saíram os melhores battle shounen da história! Mas nos anos 00 foi diferente, tivemos alguns resquícios mas a originalidade tanto em traço quanto em roteiro foi se perdendo. O traço atual dos mangás é tão comum entre eles que é dificil de saber quem desenha, diferente das diferenças gritantes entre os mangás que citei.

    A solução é abrir a mente. A “mistura” é um bom termo pra definir, mas na verdade foi o que aconteceu nos anos 90 então acho que a solução vai além disso. Os autores tem que procurar inspiração em obras diferentes, tanto em mangás quanto em outras mídias (porque de uma forma ou de outra as histórias refletem suas referências, e hoje as referências são outras).

    “Se até YuYu Hakusho fez sucesso…” foda ter escutado isso.

    Aqui algumas das qualidades de Yuyu (tem que ter lido o mangá, obviamente)
    http://www.puffnopiripaf.blogspot.com.br/2012/07/resenha-fanart-03-yuyu-hakusho.html

    Se o comentário tiver erros de concordância, é porque só fui escrevendo e nem reli

  2. Não sei dizer se é melhor, ou faz mais sucesso. Mas battle shounens mensais tem o costume de serem melhores. Coisas como Sengoku Youko, Akame ga Kill, que são recentes e vem fazendo bonito. O queridinho de muitos Soul Eater, que é antigo, mas mostra até onde um mensal pode levar o gênero.

    AssClass é o melhor titulo, sem nenhuma duvida.

    E o moe vai se espalhando pouco a pouco, até o momento que nada fora ele vai prestar MWUAHAHAHAHA.

  3. Tem blogs que chamam de “Escolinha do professor molusco”. Achei esse nome genial xD.
    Sobre o podcast(consequentemente Hungry Joker): Nunca li Hungry Joker, mas estava torcendo para dar certo, parece que não deu. Parece que o futuro dos Battle shonens se concentra nesses mistos. Medaka Box tem seus momentos de Battle(sinceramente nem sei pq gosto disso); Gintama é comédia episódica, porém, quando entra em um arco sério costuma ser espetacular; Beel é outro hibrido. A verdade é que o gênero esta saturado e precisa de inovação urgente…

    Ou um clichê bem utilizado como Magi, pq de Fairy Tail da vida já tem um monte…

    Acho que a shonen jump volta essa semana. Vcs irão comentar dois capítulos pra cada série em um podcast ou só o atual? Abçs

  4. kurotsuj o mangá do mordomo preto ,esta sendo publicado aqui no brasil e a própia editora optou em deixar o nome em inglês

    sobre o assunto do podcast ,já cheguei a discutir isso num forum ,o genero esta se desgastanto o novos batle shonen são apenas moldes dos antigos sem abordar nada de novo ,a solução ao meu ver seriam duas

    a primeira como foi citado é fazer uma mistura de generos como o caso de belzebul mas acredito que misturar simplesmente por misturar não daria certo ,o autor teria que bolar uma maneira que os dois generos se completasem

    a segunda é seguir o exemplos de mangás como fullmetal alchimist e magi ,esses dois são batle shonen ,mas diferem bastante dos batle shonens padrao só que sem os cliches basicos pra min essa seria a melhor opção

    sobre hugry joker quando li o primeiro capitulo ,vi um potencial enorme na serie achei bem original esse tema mais serio sobre ciencia e usar citações de cientistas reais com um protagonista diferente do convencional ,mas depois me decepicionei completmenta o mangá caiu num cliche miseravel hoje quando leio hugry joker tenho a sensação de que “já vi isso em algum lugar”

    sobre AC(acho mais facil falar assim do que o nome em japones ,ou em portugues)desde do inicio o mangá tem uma boa quantidade de haters pelos motivos já citados nesse podcast mas acrescento que outro motivo do odio das pessoas ,é o simples fato do mangá ser “diferente” do convencional da jump ,lembro que quando estreou tinha gente falando num tem nada a ver esse mangá vai ser cancelado ,mas ele ta ai fazendo sucesso sobre o isniper pra min aquele capitulo foi episodico ate demais pro mangá,se um dia sair anime quem ver esse episodio do sniper vai pensar que foi um filler

    nunca imaginei que judeu iria recomendar o mangá da baratinha ,saiu o anime na temporada passada e nenhum fansub se deu ao trabalho de traduzir de tão broxante que a historia parece ser ,mas enfim existem moes bem melhores que esse ,sim todo moe é feito com o objetivo de arrancar dinheiro de otakus punheteiros tarados por menininhas,existem casos de moe que tem um algo a mais na historia por exemplo chunibyo e papa no lukoto

    pra terminar tem um mangánovo na shonen jump que foi um tapa na cara de muita genter shogeki no soma um mangá de culinaria com umas pitadas de echi ,olha eu fui um dos muitos que criticavam o mangá no inicio dizendo que ia ser só mais um mangá de putaria que ia ser cancelado rapidinho ,mas me enganei muito ,o protagonista é facil de se edentificar a historia é envolvente e não te deixa com sono e o echi não é usado a toda hora exageradamente nem chega a atrapalhar a historia o echi eu recomendo que dem uma olhada

  5. sobre yuyu acho que eles estavam se referindo ao começo do mangá ,pois hoje em dia um mangá com um começo como o de yuyu seria cancelado rapidinho ,e não que o mangá seja ruim
    falando nisso se comparado com hunter podesse perceber que o togashi evoluiu tambem com o batle shonen

  6. Realmente a repetição e outras diversas formas de ver poderes cool está matando o gênero, pouco me importa ! ñ eh um gênero de grande importância para mim! tskkK.
    Acho que a mescla de gêneros um ótimo modo de manter o gênero, mas ao mesmo tempo vai se afastando cada vez mais do que nós considerando Battle Shounen …. É Battle Shounen mais Ñ !?

    LOL achei que soh eu achava YuYu tosco, Saint Seiya alguns concordavam parcialmente comigo.

    Onepunch-man eu já estava planejando ler, mas se não fosse por vocês eu esperaria uns 3 ou 4 volumes estarem completos para começar a ler; e olha soh agora… o poder da influencia de vocês! Li, gostei muito e.. entrei para o scanlator nacional que está lançando OP como editor aprendiz do mangá… hohoho já foram 3x caps editados por mim, logo logo já estaremos nos atuais seguindo o scan gringo. Por favor vão lah dar uma conferida, cada um dos responsáveis pelo mangá está dando o seu melhor para disponibiliza-lo com a melhor qualidade possível.

    Toriko está me despertando uma certa curiosidade, já assisti um pedaço do anime, mas não me chamou muita atenção, entrei no mundo dos mangás a pouco tempo e tenho tantas obras com a certeza do alto nível de excelência para ler que me faz pensar que Toriko seja uma perda de tempo; vamos fans de Toriko me digam algo que me convença que realmente vale a pena ler, com um bom empurrão mais a vontade que tenho de poder escutar e comentar sobre a parte do cast sobre caps de Toriko vocês conseguiram.

    Hungry Joker pelo nome e algumas imagens me chamou um pouca a atenção e eu pretendia dar uma conferida, agora não quero nem de presente.
    Ansatsu Kyoushitsu, diferente de Hungry Joker o nome quanto imagens me chamaram à atenção, aliás tiveram efeito contrario; hehoe ainda bem que escutei o cast inteiro, ñ INTEIRO soh até o momento que fiquei convencido de começar a ler Assassination Classroom.

    Shounen-ai talvez exista algum que me agrade mas yaoi Ñ quero nem chegar perto !
    “Nosso publico não curte moe”, ehehehe se verem minha coleção de figures, ehehehe Kyoto Animation FAN ; animes moe me divertem e relaxam muito, gênero com uma significância considerável para mim.
    LMAO “gordos japoneses”!

    • Na MINHA opinião a estoria de Toriko é tão fraca quanto de Fairy Tail, tbm não gostei do design de nenhum personagem, seila achei os personagens toscos demais, mas tipo eu so vi até a parte em que eles vão atrás da Sopa do Século , se fica mais interessante depois disso alguém me fale ai também

  7. Judeu o mangá 4 koma pronuncia-se Yon koma.
    E sobre o Assassination Classroom,o Didcart do Anikenkai chama ele de “Escolinha do professor Molusco”.

  8. Bom, ganharam um ponto nesse podcast só pelas músicas do Favourite Worst Nightmare, que tirava minha atenção mais ok.
    Mas muito da comédia nos Shounens, principalmente em Beelzebub você vê clara influência de Yu Yu Hakusho na obra e em vários Battle shounens/Comédia. Essa “morte” faz parte, por que só ficando subjugado a outro gênero mainstream o Battle Shounen poderá voltar com qualidade um dia.

    Aliás, vocês podiam analisar arcos clássicos de varias séries, como a saga do East Blue do One Piece. Naruto começou a ficar mais instável, após shippuden. Tanto que na minha opinião o melhor arco da segunda fase é com todo arco Shikamaru como “protagonista”.
    Só eu acho o protagonista do Hungry Joker quase um “cosplay” do Hitsugaya, cabelo, capa e tals, só com algumas mudanças?
    HJ não me chamou atenção após o 1º capitulo, pelo que vocês falam tem cara de Fairy Tail esse manga ahsuahsuahs, entendam como quiser, ashuahsuas.
    Faz Assassin’s of Classroom para fazer um paralelo com o a série, Assassin’s Creed, pra vender mais e futuramente fazer um crossover para vender bonequinho.
    Pensei na mesma piada que o Estranhow, assim que o Judeu falou Barata Gostosinha.

  9. Não acredito na morte do battle shounen e sim num enfraquecimento ,mercadologicamente ele ainda é bastante forte é so pegar os dois últimos anos e ver as obras que mais fizeram sucesso em 2011 ao no exorcist ,2012 kuroko no basket e sword art online oque enfraqueceu o battle shounen esta mais envolvido com o gosto do publico ,acredito que seja natural uma mudança no decorrer dos anos ,como na moda de roupas hoje um faz sucesso amanhã não e depois de amanha sim ,não tenho certeza mais acredito que já ouve um tempo em que o battle shounen enfraqueceu na época do fim de dragon Ball. Por fim acredito que em algum lugar já deve ter estreado algum battle shounen que daqui a alguns anos fará sucesso so ainda não conhecemos ja eles começam a se popularizar quando completam muitos capítulos ou ganham um anime.Recentemente extreou um battle shounen na revista de FT Nanatsu no Taizai.

    Queria dar os meus parabéns pelo site sobre recomendação daqui eu li Marie, Dorohedoro ,Vinland Saga e OMK. Eu costumo ler de tudo menos yaoi.

  10. Um minuto apenas, Assassination Classroom é shounen (sim), mas não é battle. Pelo menos não no momento atual.
    Assclass é apenas um mangá de comédia com tema bizarro.

    Mas sim, o battle shounen está principalmente desgastado. Difícil surgir algo novo bom, e qualquer “novidade” no tema, sofre com a “pressa” das editoras em fazer com que aquilo seja sucesso logo cedo. Shounen de batalha precisa de tempo para dar certo, pois se for apenas “porrada” é impossível dar certo. Daí os mangás se apressam logo em batalhas sem sentido, sem propósito e sem “sentimento”, os leitores sentem isso, e dão poucos votos, e a revista cancela.

  11. Ok, desculpem os vários posts, mas é que não sou muito habituado ao WordPress.
    Ouvi o podcast todo, e agora posso comentar adequadamente.

    Primeiro, discordo quanto a Yuyu Hakusho, apesar de CDZ e DBZ se enquadrem na categoria “se até eles fizeram sucesso”. YYH é mais complexo do que apenas batalhas, eu considero pelo menos que o Togashi possui uma narrativa diferenciada, e uma preocupação com o enredo maior do que os outros.

    Mas acho que vocês acertaram na mosca quando disseram “Há outros meios de ação/super-poderes que não o mangá, diferente de antigamente”. E não apenas isso, vale lembrar que as franquias antigas não estão mortas ainda. Então mesmo aqueles que querem ver super-poderes, acabam olhando os antigos/já prontos. E sim, acho que um “misto” de ação com outro gênero é o segredo para dar certo hoje em dia.
    Sempre surgem alguns que farão sucesso, o mais recente na verdade é MAGI. Mesmo que o anime não esteja tão bombástico, o mangá está bem famoso, e o próprio anime alavancou muito as vendas.
    Mesmo assim, Magi tem um diferencial, o cenário/ambiente.
    Enfim, voltando ao que foi dito agora a pouco, as franquias antigas estão vivas ainda, então os mangás novos não concorrem apenas com séries novas, mas também com as antigas. O que não acontece com outros gêneros (como romance por exêmplo). Onde poucos se consagram, então sempre irá se renovar, sempre irá surgir um romance novo, e não ficarão “Ah, esse romance é que nem aquele outro que vi, já to consado disso”. Mesmo que isso aconteça, esse será um sentimento de um “burro-velho”, novos leitores irão se encantar pelos novos romances, e assim vai.

    Também acho que no dia que não tiver mais One Piece e Naruto, vão surgir novos hits. Considerem que “os slots disponíveis estão ocupados”.

    ==============================

    Primeiros capítulos, admito que me surpreendi relendo as séries (sei que isso é do pod passado, mas falarei aqui mesmo).
    O primeiro capítulo de Toriko realmente é muito bom na releitura. Apesar de que senti que Naruto foi mais desanimador na releitura… One Piece eu já havia relido (Aliás, há sim a descrição de Gold Roger e a era dos piratas no cap 1).

    Pra mim a ordem ainda fica como 1- One Piece / 2- Toriko / 3- Naruto.
    Mesmo Naruto ficando em 3º ainda assim é um dos meus TOP inícios favoritos.
    E OP fica em primeiro não por causa do “haki”, que concordo que foi criado Haki apenas depois (apesar de ser uma sacada muito boa, hehe). OP ainda fica em primeiro, porque o primeiro capítulo é toda a motivação do Luffy para seguir como pirata, expressa o compromisso dele para com seu chapéu, e faz o Luffy ser um personagem mais legal desde o início. O anime estraga um pouco isso, pois eu acabei gostando do Luffy apenas lá no arco do Buggy, na forma como o mangá trata, eu gostaria do Luffy desde o início.

    =============================

    Concordo e discordo quando a AssClass (minha sugestão de nome, acho legal justamente por ser arriado, e Assassination Classroom possui 3 “bundas” ASS ASS ination cl ASS room), eu gosto, mas nunca me empolguei afú. Acho que sim, ele está avançando, e ficará bem consistente no dia que tudo for resolvido. Mas acho sim repetitivo. Existem excessões, mas 90% dos casos é acontece alguma coisa, dá um problema, Korosensei fodão chega e resolve tudo com seu “carisma”. É legal, isso não consigo negar, mas acho repetitivo sim.
    Ainda assim, uma série difícil de ficar “entediado” vale a leitura semanal, nunca me senti “perdendo meu tempo” lendo.

    =============================

    Hungry Joker: Todos estão loucos (na minha opinião, hehe), a série de Hungry Joker é infinitamente melhor que o One-shot, tá loco! Mas MUITO MELHOR MESMO!
    Ainda assim é ruim, apenas acontece que o One-shot era lixo por completo.

    =============================

    E pra finalizar… Mx0 é phodão! Se não fosse o fato de que participou da Jump numa época de concorrencia phoda, duvido que fosse cancelado, é uma série muito boa e divertida, e fiquei triste por ter sido cancelada, estava se desenvolvendo num rítmo muito agradável. Pena que perdeu drasticamente qualidade quando surgiu o risco de cancelamento.

    Bom, é isso, curti bastante o podcast. Valeu!
    E desculpem o post grande, é que teve realmente muitos assuntos no podcast, hehe.

  12. Eu não tenho microfone para gravar uma recomendação, então vou fazer por aqui mesmo.
    Leiam sidooh!
    Só isso mesmo. Continuem com o bom trabalho

  13. Hungry Joker eu curti o 1º capitulo. O 2º e o 3º foram legaizinhos, porem a partir do 4º capítulo ja começou a me desagradar o rumo que aquilo tava tomando,mas não parei de ler pelo motivo de eu pessoalmente não gostar de dropar mangas. Mas chegou em um ponto que não dava mais para aguentar aquilo. Parei de ler no capítulo 7. Aquilo tava ridículo. A serie tinha uma premissa até que interessante, porem o autor é muito amador e não soube desenvolver uma ideia que era até legal. Agora espero que seja cancelado rapidamente para abrir espaço na revista para algo mais interessante.

  14. O que matou o Battle Shounen pra mim foi Wakusei no Samidare. Não tem como ficar melhor que aquilo não.

  15. a propia criadora, aquela garota forjou o ataque, era um trauma de infancia que ela carregava todo esse tempo, quando ela superou o trauma, o shounen battle “morreu”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s