Estatísticas: Autores que Regressam

Hora de brincar com números! Este post é uma nova “coluna” (sim, mais uma, já sei) que visará trazer números que digam alguma coisa sobre os mangás, publicações, antologias, autores, etc. A ideia é sair do óbvio, como número de vendas ou circulação de revistas; o objetivo é tirar algo útil de números que ninguém nunca vai atrás ou que ninguém dá atenção.

Este primeiro post irá se focar nas 3 principais antologias Shonen semanais do Japão. E aqui queremos descobrir estatisticamente o quanto autores que estão regressando de sucessos anteriores rendem pra revista.


O objetivo é claro: após um sucesso lançado na revista, quantos autores voltam à revista e quanto rende esse retorno, em média? (vale atentar que não sou matemático, estou fazendo apenas contas simples)

Para fazer esse cálculo, segui algumas lógicas simples. A começar, abrangi séries que estrearam nos últimos 10 anos (ou seja, de 2002 em diante); além disso, o autor precisava possuir ao menos um sucesso anterior a esse período na própria revista em questão, OU tenha dois ou mais mangás lançados após 2002, sendo o primeiro deles um sucesso também.

Com essas regras, iremos somar, por revista, o número de volumes que o autor “gerou” até nosso ano atual. Depois, faremos a média de volumes por autor para cada uma das revistas. Parece complicado, mas o resultado é bastante simples.

Algumas notações relevantes:
– Quando o primeiro sucesso do autor está após 2002, o número de volumes desse sucesso é ignorado; afinal, queremos aqui a média de volumes após o regresso do autor;
– Definir sucesso foi um tanto quanto subjetivo, mas o foco principal foi o número de volumes do mangá, ou seja, “muitos volumes = sucesso”. Sim, eu sei, número de volumes não representando fielmente um sucesso, ao menos é um ótimo indicativo para isso (afinal, se a série durou tanto, por sorte é que não foi, ainda mais em revistas com alto índice de cancelamentos);
– Uma obra não será contada duas vezes; portanto, se tiverem mais de um autor regressando na mesma obra (Bakuman, por exemplo), contarei como uma vez só;
– Continuações diretas ou spin-offs de outras obras da revista foram ignoradas. Assim, GTO, JoJo’s Bizarre Adventure, Shinsetsu Bobobo-bo Bo-bobo, entre outros, ficaram de fora.
– Alguns autores de gags foram intencionalmente ignorados;
– Tadashi Agi foi ignorado na Shonen Magazine por ser um caso bem especial (se não sabe quem é, ouça o podcast sobre Antologias Shonen: Kodansha);
– Alguns autores podem ter sido esquecidos. Se souber de algum, comente abaixo para corrigirmos;
– Dentro do primeiro parênteses, ao lado do nome do autor, indicamos o “sucesso” do mesmo; quando tiver um “*” do lado do nome da série, significa que o sucesso surgiu após 2002. E quando o número de volumes tiver um “+” do lado, significa que ainda está em publicação.

Sabendo tudo isso, vamos ao cálculo:


SHONEN JUMP

  • Takeshi Obata (Hikaru no Go)Death Note (12 volumes), Blue Dragon Ral Grad (4 volumes), Bakuman (16+ volumes)32 volumes
  • Kentaro Yabuki (Black Cat)To Love-ru (18 volumes)18 volumes
  • Mitsutoshi Shimabukuro (Seikimatsu Leader Den Takeshi): Toriko (18+ volumes)18 volumes
  • Mizuki Kawashita (Ichigo 100% *)Hatsukoi Limited (4 volumes), Anedoki (3 volumes)7 volumes
  • Ryu Fujisaki (Hoshin Engi)Sakuratetsu Taiwahen (2 volumes), Waqwaq (4 volumes)6 volumes
  • Takeshi Okano (Hell Teacher Nube)Gedo the Unidentified Mysterious Boy (5 volumes)5 volumes
  • Yumi Hotta (Hikaru no Go)Yuuto (3 volumes)3 volumes
  • Haruto Umezawa (Hareluya II BOY)Live (1 volume), Sword Breaker (2 volumes)3 volumes
  • Yoshiyuki Nishi (Muhyo to Rouji)Bokke-san (2 volumes)2 volumes
  • Hiroyuki Takei (Shaman King)Junbor Balutronica (1 volume)1 volume
  • Yoshio Sawai (Bobobo-bo Bobo-bo)Chagecha (1 volume)1 volumes


Total de Volumes: 96 volumes
Média por Autor: 8,7 volumes


SHONEN MAGAZINE

  • Kouji Seo (CROSS OVER *)Suzuka (18 volumes), Kimi no iru Machi (16+ volumes)34 volumes
  • Atsushi Kase (Chameleon, de 47 volumes)Jigoro Jigorou (22 volumes), Zerosen (8+ volumes)30 volumes
  • Akimine Kamijyo (Samurai Deeper Kyo)Shirogane no Karasu (3 volumes), Code: Breaker (17+ volumes)20 volumes
  • Yuma Ando (Psychometrer Eiji, 25 volumes)Shibatora (15 volumes), Black Out (4 volumes)19 volumes
  • Takashi Hamori (Hakaiou Noritaka!, 18 volumes)Densetsu no Kashira Shou (11 volumes), Kakutou Ryourinin Musashi (3 volumes)14 volumes
  • Fuumei Sai (Tetsuya – Jansei to Yobareta Otoko, 41 volumes)Shounen Mushuku Shinkurou (6 volumes)6 volumes
  • Tsuyoshi Yasuda (Over Drive *, 17 volumes)Furimuku na Kimi wa (4 volumes)4 volumes
  • Natsuko Eiuchi (J-Dream, 19 volumes, mais 22 de spin-offs)Haou no Ken (4 volumes)4 volumes
  • Mitsurou Kubo (Tokkyuu!! *, 20 volumes)Again!! (3+ volumes)3 volumes
  • Tsukasa Ooshima (Shoot, 33 volumes, mais 17 de spin-offs)Stay Gold (3 volumes)3 volumes
  • Yuriko Nishiyama (Harlem Beat, 29 volumes)Junjou Karen na Oretachi da! (3 volumes)3 volumes
  • Kazuo Mafune (Doctor K, 44 volumes)Kaze no Juushi (2 volumes)2 volumes


Total de Volumes: 142 volumes
Média por Autor: 11,8 volumes


SHONEN SUNDAY

  • Mitsuru Adachi (H2, Touch)Katsu! (16 volumes), Cross Game (17 volumes), Over Fence (1+ volumes)34 volumes
  • Takashi Shiina (Ghost Sweeper Mikami, 39 volumes)Ichiban-yu Kanata (3 volumes), Zettai Karen Children (29+ volumes)32 volumes
  • Nobuyuki Anzai (Flame of Recca)MÄR (15 volumes), MiXiM (12 volumes)27 volumes
  • Hiroyuki Nishimori (Kyo Kara Ore Wa!!, 38 volumes)Doshiro de Gozaru (8 volumes), Ocha Nigosu (11 volumes), Koutetsu no Hanappashira (5+ volumes)24 volumes
  • Takashi Hashiguchi (Yakitate!! Japan *, 26 volumes)Seijo no Meii (11 volumes), Saijou no Meii – The King of Neet (7+ volumes)18 volumes
  • Kazuhiro Fujita (Ushio to Tora, Karakuri Circus)Gekko Jorei (16+ volumes)16 volumes
  • Ryoji Minagawa (ARMS, 22 volumes)D-Live!! (15 volumes)15 volumes
  • Rumiko Takahashi (Inuyasha, Ranma 1/2)Rin-ne (10+ volumes)10 volumes
  • Takahiro Arai (Cirque du Freak *, 12 volumes)Arago (9 volumes)9 volumes
  • Michiteru Kusaba (Fantasista, 25 volumes)Miagete Goren (8 volumes)8 volumes
  • Moritaishi (Idejuu! *, 13 volumes)RANGEMAN (6 volumes)6 volumes
  • Shinobu Inokuma (Salad Days, 18 volumes)Senpuu no Tachibana (5 volumes)5 volumes


Total de Volumes: 204 volumes
Média por Autor: 17 volumes


COMPARATIVOS

Comparação por Total de Volumes

Comparação por Média de Volumes por Autor


Tá, mas o que esses números representam exatamente? O total de volumes representa o que o nome diz: quantos volumes os autores que regressaram geraram ao longo dos 10 anos. A média representa, quando um autor regressa para a revista, a média de volumes que ele produz ao longo de 10 anos (em uma ou mais séries). Com isso, também é perceptível que:
1. Quanto maior o número de volumes total, maior é a “rentabilidade” dos retornos dos autores;
2. Quanto maior a média de volumes por autor, maior é a probabilidade do retorno do autor ser rentável.

Com esses números, dá para concluir algumas coisas simples. A começar que os autores que regressam na Shonen Sunday tem uma maior possibilidade de sucesso do que na Shonen Jump (e Magazine também), embora em ambas as revistas os cancelamentos sejam brutais. Além disso, mesmo o autor com o regresso mais “fraco” da Sunday teve pelo menos 5 volumes (enquanto na Jump, autores geraram 1 volume). E o total de volumes produzidos pelos autores na Sunday é 50% maior que na Magazine, e mais do dobro da Jump! A média segue mais ou menos essa proporção também.

Além disso, na Shonen Magazine, o número de séries curtas é relativamente alto para uma antologia que acreditávamos não cancelar com freqüência. Se isso representa cancelamentos ou apenas séries intencionalmente curtas, é difícil saber, já que muitas das obras nunca foram traduzidas.

Mas essas pequenas conclusões são só indicações “por cima” de vários outros fatos. Fatos esses que discorrerei melhor no próximo post, fiquem no aguardo!

Enquanto isso, deixem nos comentários: o que vocês conseguem perceber de relevante olhando para esses números?

 

(E também digam: esse tipo de post é relevante? É válido? Devemos prosseguir com posts similares? Aguardamos feedbacks!)

3 Respostas para “Estatísticas: Autores que Regressam

  1. A Shonen Sunday sempre me pareceu a revista mais dependente de mangakás que já brilharam em suas páginas, podemos notar vários exemplos. Foi sempre assim, ou alguma outra revista, antigamente, já passou por isso?

    A própria rotatividade que a Shonen Jump impõe não dá tempo ao autor para se estabelecer, mesmo os que estão retornando, que acabam, algumas vezes, sofrendo do mal de que seus antigos leitores esperam um sucesso igual ou maior a antiga obra, quase que imediatamente.

    Quanto à Magazine, parece e definitivamente é a revista mais equilibrada, o sonho de consumo de um autor que não quer viver só de uma obra.

    Ótimo post, ansioso pelos próximos. xD

  2. Pingback: Analisando as Estatísticas: Autores que Regressam | Ao Quadrado²·

  3. Pingback: Estatísticas: Autores na Shonen Jump | Ao Quadrado²·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s