Recomendação da Semana: Mazinger Z

Dando continuidade a mais nova tradição desta casa de indicar uma série para os leitores toda sexta-feira e pegando uma brecha do ToCast sobre Antologias Shonen: Kodansha, eu (Henrique), lhes apresento uma série até curta que revolucionou o conceito dos japoneses de fazer histórias sobre robôs gigantes e abriu caminho para o gênero como o conhecemos hoje.

O nome dela é Mazinger Z.


Primeiramente, vou explicar um pouco do porque de eu ter comparado Kodansha e Mazinger Z, sendo que a obra saiu originalmente na Shueisha, mais precisamente na Shonen Jump, em meados de 1972. Acontece que, anos mais tarde, mesmo com a série já terminada, ela migrou para a editora concorrente e seus volumes (5 ao todo) foram novamente impressos e vendidos pela nova editora. Não sei bem explicar o porquê dessa mudança, mas fica aqui essa pequena curiosidade.

Como eu havia falado anteriormente, a série, de autoria do famoso Mangaká Go Nagai, é curta e possui um total de 5 volumes e todos estão traduzidos,  tanto em inglês (no MangaUpdates) quanto em português (no Anime Blade) o que é a melhor das notícias. Assim você conseguirá ler a série na integra.

Sinopse

A história de Mazinger Z nos mostra a vida do protagonista da trama, Kabuto Koji, um estudante bem confiante e aparentemente delinquente,  que mora com seu irmãozinho e avô, Kabuto Juzo, um notório cientista. Tudo ia bem até que o Japão sofre um terremoto e o tal desastre acabou por destruir a casa onde o protagonista vivia e seu avô acaba se tornando uma vítima fatal desse desastre.

Porém, antes de dar seus últimos suspiros de vida,  Kabuto Juzo presenteia seu neto mais
velho com um robô, o Mazinger Z, e faz um pedido para que o garoto use-o para salvar o Japão das terríveis garras do principal antagonista da história: Dr. Hell, o causador do desastre e dono das terríveis Bestas Mecânicas, um exercito inteiro de robôs gigantes usados para tentar a dominação do Japão e, posteriormente, do mundo.

Porque Ler

A história até pode parecer batida nos dias de hoje, e realmente é. Não discordo disso em nenhum momento. Ela é carregada de clichês episódicos para agradar o público alvo: a garotada. Mas essa série em questão merece um destaque especial por ter sido inovadora em sua época, pois ela criou um modelo que é usado até hoje nos mangás e animes sobre Mechas: um robô pilotado por um humano. Coisa que até então era novidade, pois as histórias de robôs daquela época se limitavam ao personagem controlar seu “brinquedão” através de controle remoto.

Como eu disse antes, a história é rodeada de clichês, mas sempre levando a assinatura de Go Nagai nela: sensualidade, muita violência, alfinetadas na sociedade daquela época, e personagens únicos que o autor adora criar (destaque para o Baron Ashura, personagem metade homem, metade mulher!). Enfim, uma obra que, no seu tempo, teve grande destaque e que sobrevive até hoje na forma de uma franquia super ramificada.

Sendo uma das obras mais emblemáticas do autor, Mazinger Z e seus 5 volumes lotados de ação e heroísmo valem a leitura, tanto para os fanáticos por histórias com robôs gigantes, quanto para aqueles que estão querendo começar por uma boa história e queiram entender um pouco dessa obra que foi a “mãe” de toda uma geração de Mechas que vieram durante e após o termino da série.

Por Henrique

3 Respostas para “Recomendação da Semana: Mazinger Z

  1. Excelente recomendação, Mazinger Z é um mangá e tanto! Vale muito a pena ser lido. Foi o meu primeiro contato com o universo de Go Nagai (que logo após, viria a se tornar um dos meus autores favoritos) e o mangá que me fez gostar de Mechas. Pra quem procura uma boa dose de ação badass, é um ótimo mangá para ler.

  2. Pingback: Recomendação da Semana: Girlfriend | Ao Quadrado²·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s