Top 7 – “Blame! And So On…” de Tsutomu Nihei

Já tinha feito um post assim com o Blanc et Noir do Takeshi obata, acho que já passou do tempo de repetir a dose…

Dessa vez trago um rico ArtBook do aclamado mangaka Tsutomu Nihei, autor de Blame, Abara, Biomega, Noise e muitas outras maravilhas. O autor é consagrado pelo seu estilo meio gótico, meio cyberpunk, mas não adianta muito ficar falando nesse tipo de situação, melhor ver mesmo.

Segue então as sete imagens que mais me agradaram visualmente e o link do torrent do bakabt (clique pra aumentar):

http://bakabt.me/141165-blame-and-so-on.html

7

6

5

4

3

2

1

BONUS:

Para os meus queridos EVAfags, é possível não gostar de Nihei agora?

14 Respostas para “Top 7 – “Blame! And So On…” de Tsutomu Nihei

  1. Eu penduraria a número 6 como quadro na parede da minha casa. Sério.
    Gostei muito de todas, mas essa 6 achei sensacional.

    • Gosto dessas páginas de cenários gigantes em ponto de vista do personagem, Nihei faz muito bem isso, tem um monte de páginas dele nesse estilo que poderiam ser “penduradas na parede”

      • Tem uma página colorida de um dos últimos volumes de Blame que é assim, e é ABSOLUTAMENTE FANTÁSTICA. Depois vou baixar os volumes novamente para procurar e eu posto aqui.

  2. Os primeiros… dois volumes, de Blame deveriam ser leitura obrigatória para qualquer um que gosta de mangá.
    Leitura, no sentido mais pegadinha da palavra, já que é praticamente mudo.

  3. O Nihei sabe o que é bom… Evangelion.
    Não, mas sério, Blame! NOiSE e Biomega são muito originais e fáceis de se ler, vale a pena demais.

  4. ótimo post. O mangasundergraunds ja esta na minha barra dos favoritos, abro sempre que ligo o computador.

  5. Judeu Ateu, eu gostaria de conversar com você, se possível me manda um e-mail ou me passe seu e-mail para eu me comunicar com você.

  6. Esse é uma mangá extraordinário de tão bem feito e belo, cada cena é de tirar o folego e de ficar admirando por minutos. Sério, Tsutomu Nihei é um gênio! Nunca pensei que leria um mangá nesse estilo tão gótico ou mesmo sombrio, e o mais incrível é a sua capacidade de nós prender a um personagem tão maneiro como o Killy sem que ele tenha que falar nada, talvez uma ou duas palavras por volume, mas só >.< é tão viciante! Quem não jamais vai entender!

  7. Pingback: Galeria de arte: Amadok | Omnia Undique·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s