Áudio Review #1 – Bokurano

Então, titulo auto-explicativo, é tipo um Video Quest, só que você não tem que ver a minha cara feia:


Isso foi o meu episódio-piloto, talvez tenha algum problemas de áudio (principalmente considerando que essa é minha primeira e que eu gravei isso no meu celular), mas foi feito com boa vontade.
Espero que vocês tenham gostado, e POR FAVOR deixem suas críticas e opiniões sobre esse tipo de review E sobre Bokurano nos comentários 😉

Torrent em inglês: http://www.bakabt.com/130722-bokura-no-triad.html

Download em português (até vol 9 de11): http://www.chrono.com.br/download/109.html

28 Respostas para “Áudio Review #1 – Bokurano

  1. Acho que deverias arrumar mais alguém pra fazer esse Áudio Review, pra pelo o menos debaterem mesmo e com mais um cérebro o negócio vai ficando mais detalhado e legal.

    Ah, também achei bastante breve, não sei se a intenção é essa, mas foi mais uma “Áudio Apresentação”.

    • Sei lá, fiz sem pensar muito nisso, só não queri dar spoilers =/
      Acho que deveria ter feito um aviso de spoilers e feito uma analise separada, vou pensar em fazer isso na próxima vez.

  2. muito bom,ficou bem legal,por que alem de dar um ritmo diferente entra em um formato mais dinâmico,mas alem do problema no áudio que você falou,acho que faltou,digamos,naturalidade,mas bem,acho que deveria continuar com o formato.

  3. Bem, ficou bom, ainda mais para um piloto, mas, como você mesmo disse, o som da voz está meio ruim e ainda mais com a musica tocando junto, dificulta ainda mais; recomendo dar uma olhada no Audition ou Fruity Loops para fazer a parte sonora, caso já não faça isso.

    Outro ponto, não sei se você fez pauta, mas deu varias gaguejadas, não que seja um PROBLEMA, mas é algo que quebra o “flow”, se isso faz algum sentido, e assim podendo falar mais coisa em menos tempo também.

    Eu já tinha grande vontade de ler Bokurano, agora estou com mais ainda, sem duvida vou chegar ele logo, parece o tipo de coisa que eu gosto.

  4. Eu li os 2 primeiros volumes de Dorohedoro e achei bem mediano. O manga mantem o mesmo nivel ou ele melhora drasticamente?

    • NA MINHA OPINIÃO, melhora a cada volume, mas se você já leu 2 e não gostou, não sei o que falar.. =/
      Tente mais um pouco, se não gostar mesmo largue, mas acho que vale a pena, é um ótimo mangá.

      • não axei ruim, mas eu não gostei dos vilões. Axei engraçado, e gostei das idéia dos magos, mas não axei nenhum deles carismático.

  5. Realmente gostei disso e vou acompanhar se continuar! Já tinha visto o anime de Bokurano e lá, apesar de ser sim uma história mais humana do que de mecha, não me lembro dessa profundidade toda. Apesar de eu já ter lido que o anime muda completamente a história do manga, chegando ao diretor do anime dizer para os fãs não assistirem se tivessem lido o manga e não estivessem gostando das mudanças. No fim é um bom anime.

    Sobre a nova iniciativa, minhas considerações:

    – Use um microfone bom, nada de celular. Gostei do fluxo da sua voz, prefiro um estilo assim, mais “textual” do que algo natural, isso você deixa para podcasts, o que não é o caso aqui. Mas para isso realmente é preciso ter um som de qualidade.

    – A edição foi um show a parte! Queria eu saber editar assim, conseguiu não só justificar a publicação no youtube (ao invés de só lançar o áudio), como também ajudou a complementar a experiência.

    – Na minha opinião esse formato spoiler-free ou quase spoiler-free é o ideal. Em uma áudio review de menos de 5 minutos é melhor assim, deixe para explorar mais a obra com possíveis spoilers nos seus textos, certeza que uma coisa pode complementar bem a outra.

    Acho que é isso, realmente curti, parabéns pela ideia e iniciativa! Não se assuste se eu rouba-la XD

    Gyabbo!

    • Obrigado,

      Sim, não comentei sobre o anime, mas ouvi falar sobre isso também, parece que o diretor chegou até a brigar com o mangaka, coisa tensa…. Não cheguei a ver o anime, mas a abertura, nossa, É PERFEITA.

      Eu também gosto desse formato, além de ir mais com a cara do blog mesmo, acho difícil apresentar um mangá desconhecido e ainda por cima tecer uma análise, no final das contas os meus reviews não são um reviews, eu apresento algo bom, desconhecido, e dou bom motivos para alguém.

      Assim como os textos aqui, o video foi curto, informativo e objetivo. Apesar de não ser de agrado pra todos, acho que vou manter assim, no bom ou no ruim, essa é a minha cara, esse é O MEU estilo.

      A não ser pelo audio né XD Prometo da próxima vez comprar um microfone, foi só um piloto dessa vez e sinta se a vontade de “copiar”, o que eu copiei de outros.

      (Alias, boa ideia! Talvez eu complemente com textos! Aí sim fazer uma análise)

  6. Sabia que ia curtir Bokurano.

    E isso é tudo vontade de gravar um podcast? Era só avisar, eu te convidava pra participar do ToCast um dia! 🙂

    Sobre a edição de áudio, que acaba sendo minha “especialidade”, minhas sugestões são semelhantes às feitas acima:
    – Grave o áudio direto no computador, com um microfone próprio dele. Se possível, com headphone. Eu comprei um por não mais que 30 reais, uso ele há um bom tempo (é o meu áudio que sai no Tocast) e acho que a voz fica boa. O importante é tentar evitar voz de “telefone” abafada, golfadas de ar e oscilações de voz.
    – Edite o áudio final, tanto para cortar silêncios, gagejos, remover ruídos, etc. Eu uso o Audacity e ele é muito bom pra isso tudo, bastante intuitivo.
    – Por fim, ouça 2 ou 3 vezes o produto final com a altura necessária pra entender o que você está dizendo. Assim você consegue pegar se o fundo musical tá atrapalhando a fala, se a voz varia de altura (dá pra arrumar no audacity) ou se as transições musicais não estão altas demais (que é o caso em partes do vídeo).

    Ademais, boa iniciativa, curti o formato e acompanharei!

    • Poxa, obrigado pelas dicas ai.

      Usei o Audacity sim, mas só pra tirar ruido, acho que deveria ir um pouco mais a fundo pra um melhor entendimento (de qualquer jeito com o áudio gravado daquele jeito seria difícil, tudo na próxima, tudo na próxima), vou pesquisar uns tutoriais aqui.

      Vou tentar seguir essas dicas sim, vlw mesmo (tentar evitar gaguejadas também na próximo vez)

  7. Sobre o áudio primeiramente, ficou meio “embolotado”, creio que por causa do gravador, ou talvez distância do celular q vc ficou (se alguém já disse foi mal, n li os comentários). E no nosso país cada vez mais preguiçoso acho q rola continuar, pq muita gnt deve ficar sem ler os posts por preguiça.
    Sobre o review, curti. O pior de fazer uma lista de mangás pra ler é que sempre da vontade imediata de mudar qdo vejo algo assim, mas vou deixar no aguardo. Massa também é que todos os personagens tem desenvolvimento, e não só alguns escolhidos.
    Achei mto interessante e a arte não propõe essa vertente de história, seria uma surpresa pra mim. os traços me lembraram Urasawa, já os mechas são puro eva.
    E sobre a comparação (não podia deixar de falar) como eu tinha dito sou fã de eva, mas não é algo que me faça ser besta, só realmente não entendo algumas afirmações, primeiro, acho que bastava apenas a menção no início. Mais que isso já é pura provocação, hahahahha (mas sei que faz parte do seu estilo, ou é qse todo ele). Sei lá, cada obra passa uma impressão, umas coisas atingem as pessoas e outras não. Bom, isso é o que eu acredito.
    E sobre colocar onde o mangá está disponivel, o q acha disso? Claro q cada um pode procurar, mas é a preguiça q falei antes né. Bokurano tem qse completo no Chrono, eu acho.
    Até

    • Desculpa, vc tem completa razão, já coloquei os links no post, sempre esqueço de fazer isso, foi mal.

      Hehehhe, você me conhece já XD
      É hate pelo hate, nem acho EVA e Bokurano TÃO parecidos assim pra falar a verdade, cada um propõe uma coisa no final das contas. Só esqueleto que é parecido mesmo, cada um faz a reconstrução do Mecha de sua própria forma.

      (prometo melhorar o áudio, próxima vez será com microfone)

  8. Gostei,ficou bacana!Teve seu problemas de áudio,mas deu pra ouvir sem problemas.
    Bem legal essa sua experimentação,por mim vc podia continuar assim,cê que sabe!
    Só teve algo q eu não gostei,tudo bem que esse mangá realmente permiti comparações com EVA,mas só acho q vc não devia ter se “concentrado” em criticar os pontos onde Bokurano é “melhor” que EVA.Pouca importa pra mim se ele é melhor q x ou pior q y,não leio mangás por causa de comparações,leio pq gosta da historia ou quando vejo algo interessante…Anyway,gostei do mangá e concordo com a sua opinião.=D

  9. huehueuhehuehuehue sempre polêmico XD

    Bom, todo mundo já deu o recado acima. Proposta muito boa e que pretendo acompanhar caso invista no formato. As minhas criticas, já foram citadas e respondidas acima por você, então nem vou me repetir. XD

    Gosto bastante de obras com a proposta que Bokurano tem e essa suposta qualidade dele, é o que faz eu ser fangirl de EVA. Já que anime e mangá parecem ser tão distintos, investirei no original. Até!!!!

  10. Legal, gostei do formato. Acredito que nesse sentido fica mais com o perfil do blog. Resenha que descreve a história, o andamento, a temática, sem análise, apenas instigando. Se fosse análise, só dialogaria com quem conhece a obra, afugentaria os curiosos. E a proposta aqui, acredito, é justamente divulgar títulos menos conhecidos.

  11. Muito bom, por favor, continue com esses review, me deu muita vontade de ler Bokurano e foi bem interessante. Só precisa melhorar um pouco o áudio, mas fora isso, está ótimo, principalmente a edição das imagens…

  12. Pingback: Bokurano: quando o mecha é apenas coadjuvante | Nahel Argama·

  13. Cara, comecei a ler Bokurano, mas parei por motivos aleatórios da minha vida… enfim li somente o primeiro volume, tive uma excelente impressão, mas abdiquei de continuá-lo justamente por causa dos longos textos, e da necessidade de manter o foco na história, devido a falta de tempo e disposição, mas devido ao seu review estou disposto a continuá-lo, mas uma questão que me deixa intrigado… é Clichê ou todos os bloggers/anime-mangá-fãanalista escutam J-music?

    é só uma dúvida, não leve a sério! xD

  14. Pingback: Mangas Undergrounds #3 – Narutaru |·

  15. Pingback: Mangas Undergrounds #4 – Narutaru | Gyabbo!·

  16. Pingback: Cenas Marcantes – Páginas Duplas (Versão Underground) | Ao Quadrado²·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s